segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Quem é o artista Luciom Caeira?

O Imortal


Ele é sem dúvida uma das figuras culturais mais marcantes do Cariri, apaixonado pelo teatro, música, cinema, se dedica com amor a projetos no âmbito social em uma relação de entrega e paixão aos idosos e jovens menos favorecidos.
Sou fã do trabalho desse artista e do ser humano, admiro nele a qualidade rara da humildade.
Arte é agregação, isso Luciom sabe fazer!
Exemplo para as novas gerações, amigo, acolhedor, honesto e livre!
Vida longa meu amigo, a cultura precisa de pessoas como você!



Luciom Caeira - 03/09/1963.

Natural de Juazeiro do Norte – Ceará.


FORMAÇÃO ACADEMICA:
·         GRADUADO EM PEDAGOGIA E PÓS EM ARTE EDUCAÇÃO PELA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA.
·         PÓS EM GESTÂO PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ -  UECE E UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CATARINA – UDESC.
·         CURSOS DE DRAMATURGIA NO RIO DE JANEIRO – CURSO JAYMES BARCELLOS.
·         MÚSICO AUTODIDATA- CURSO PRATICO E TEORICO PADRE ÁGIO CRATO.
·         MEMBRO DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL CADEIRA 17  – ALB Secção  Ceará.

EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS
PROFESSOR ARTE EDUCADOR
·         PARAÍSO DAS CRIANÇAS,
·         ESCOLA TÉCNICA DE COMÉRCIO DR. GERALDO,
·         COLÉGIO PEQUENO GRANDE,
·         GINÁSIO ADAUTO BEZERRA,
·         CREDE 19 – LICEUS DO JUAZEIRO DO NORTE
·         GEO. DIOCESANO DO CRATO E GEO. JUAZEIRO.
·         COLÉGIO MENINO JESUS
·         COLÉGIO CRISTOS JUAZEIRO
·         COLÉGIO OBJETIVO JUAZEIRO.
·         SOCIEDADE DE CULTURA ARTÍSTICA DO CRATO - SCAC
COORDENADOR PEDAGÓGICO
·         COLÉGIO PEQUENO GRANDE JUAZEIRO DO NORTE
·         SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO JUAZEIRO DO NORTE CEARÁ (PÓLOS DE ATENDIMENTOS)
·         SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE MILAGRES CEARÁ;
·         CENTRO DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL – CRAS VILA ALTA DO CRATO.
CURRÍCULO ARTÍSTICO CULTURAL

1.      FESTIVAIS DE MÚSICA QUE PARTICIPOU:

·         CANTA CARIRI JUAZEIRO DO NORTE,
·         FESTIVAL DA CANÇÃO DE BARBALHA.
·         III CHAMA – Chapada Musical do Araripe no Crato – PRÊMIO DE 3º LUGAR.
·         IV CHAMA - Chapada Musical do Araripe no Crato.
·         I FESTIVAL DE MÚSICA DA APEOC em Fortaleza– tema Educação; participa do CD.

2.      TURNÊ NA EUROPA COMO MÚSICO E COMPOSITOR:

·         Concertos na Alemanha (Muchem, Koln, Nuremberg, Dussedolf, Erlang, Berlim, outras),
·         Concertos na Suíça – Cidade de Maria Alma.
·         Concertos na França – Maison Alfort – Paris.
·         Participação com as letras das suas canções no livro da escritora alemã – Annemarie Jacobs – “Faz Escuro Mais Eu Canto”. Gravação de cassetes.  Anexo do livro.


3.      ÁLBUNS MUSICAIS LANÇADOS:

·         FAZ ESCURO MAIS EU CANTO – NA ALEMANHA.

·         CANDEEIRO UM CANTO DE CIDANIA com as crianças e adolescentes do Pólo do Horto núcleo de atendimento e fortalecimento de vínculos dos  Meninos do Horto,

·         RETALHOS DE CANÇÕES com o grupo de idosos do Centro de Referência dos Idosos do Juazeiro.
·         LENDAS CANTADAS pra Ver, Ouvir e Refletir. Vídeos educativos com coletânea de músicas educativas autorais,

·         FESTIVAL DA CANÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DA OPEOC. EM JUAZEIRO DO NORTE – CE.
·         “VELHO” FELIZ DAQUELE QUE UM DIA PODERÁ SER. (CRATO 2014)






4.      PROJETOS REALIZADOS:


·         SHOW TALENTOS DA MAIORIDADE DO JUAZEIRO DO  NORTE.

·         FEIRA DA MÚSICA EM FORTALEZA com o Show MENINOS DE JUAZEIRO E A CULTURA POPULAR.

·         PRÊMIO O DIA DA MÚSICA (22 DE NOVEMBRO) PARA OS MÚSICOS E ENTIDADES QUE TRABALHAM COM MÚSICA DA CIDADE DE  JUAZEIRO DO NORTE.

·         FESTIVAL DE MÚSICA VOCAL DOS CRAS (PROJOVEM ADOLESCENTE) DE JUAZEIRO.

·         PALCO ITINERANTE PELOS BAIRROS DE JUAZEIRO COM MOSTRA DE TALENTOS – CORTEJO DOS ARTISTAS CONVIDANDO A COMUNIDADE A TARDE PARA A PROGRAMAÇÃO NOTURNA QUE INCLUE OS ARTISTAS LOCAIS E CONVIDADOS DOS EQUIPAMENTOS DA PREFEITURA INCLUSIVE A BANDA MUNICIAPL.

·         CARDÁPIO MUSICAL TODA SEXTA FEIRA NO RESTAURANTE POPULAR COM ARTISTAS E MÚSICOS CONVIDADOS.

5.      COMO ESCRITOR DRAMATURGO:  OBRAS DE CONHECIMENTO PÚBLICO

·         JOÃO REMEXE BUCHO NO REINO DO PRÍNCIPE RIBAMAR – PEÇA DE TEATRO sobre os loucos de Juazeiro.

·         ETC COISA E TAL. PEÇA DE TEATRO Aborda a temática do êxodo rural.

·         “EU E TU CONTRA O BICHO MAIS FEIO DO MUNDO”. PEÇA DE TEATRO E LIVRO sobre o ANALFABETISMO.

·         DURVAL E LOURIVAL NO MATO SEM CACHORRO. PEÇA SOBRE A ACESSIBILIDADE E OS MAUS TRATOS AOS ANIMAIS.

·         “JORNAL INFORMATIVO MAIORIDADE EM AÇÃO – 6ª edições

·         COLETÂNEA DA SECULT CEARÁ – DRAMATURGIA I - CARIRI I - Renato Dantas, Maria José De Sales E Luciom Caeira

·         SESC JUAZEIRO – Apresentação da peça e lançamento do livro da Peça: Eu e Tu Contra O Bicho Mais Feio do Mundo.

·         EDITAL DA PROGRAMAÇÃO DO CENTRO CULTURAL DO BANCO DO NORDESTE – 2012.
Eu e Tu Contra o Bicho Mais Feio do Mundo – peça Infanto-juvenil – tema: O analfabetismo. Circulando nos CCBN de Juazeiro,  Fortaleza e Souza na Paraíba.Disponível no youtube.
NO CINEMA
PARTICIPAÇÃO COMO ATOR:
·         FILME CORISCO E DADÁ do cineasta Rosemberg Cariri. Catingueiro decepado o pênis.
·         FILME O SANGUE NO SERTÃO do cineasta Padre Borgare Salesianos. Beato Francisco.

ÚLTIMOS PROJETOS / TRABALHOS REALIZADOS (2013 A 2016):

·         LANÇAMENTO DO FILME DOCUMENTÁRIO “LEI PRA QUE TE QUERO LEI?” SOBRE O ESTATUTO DO IDOSO. PREMIADO NACIONALMENTE.

·         FESTIVAL DE MÚSICA DOS USUÁRIOS DOS CENTROS DE REFERÊNCIAS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL – CRAS DO CRATO CEARÁ.

·         GRANDE CORAL COM QUATROCENTOS IDOSOS  DOS CRAS NA ENCOSTA DO CRATO  “UM QUADRO DE NATAL”  E O “NATAL DO BELO AMOR”

·         CONTO TEATRAL MUSICAL “O ANIVERSÁRIO DE MARIA BONITA” COM OS IDOSOS DO CRAS VILA ALTA.

·         OFICINA CRIATIVA NO CCBN DO MAMULENGO DO PÁSSARO SOLDADINHO DO ARARIPE.

·         LANÇAMENTO DA REVISTA EM QUADRINHOS: “O ANIVERSÁRIO DE MARIA BONITA” NO TEATRO RACHEL DE QUEIROZ CRATO CEARÁ; OUTUBRO 2016.

·         MUSICAL DO LIVRO DE WELLINGTON COSTA OS SAPINHOS CANTORES CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE  - CCBN – OUTUBRO 2016.

·         ESTREIA DA PEÇA “MEU ÁLBUM DE MEMÓRIAS” A MENINA IMPINGENTA, O BULLYING E SUAS TRISTES LEMBRANÇAS. COM O GRUPO DE TEATRO RAIOS DE SOL DO TRABALHO SOCIAL COM IDOSOS DO SESC CRATO. DURANTE A SEMANA DO ENVELHECIMENTO. OUTUBRO 2016.

·         CCBN - SOUSA NA PARAIBA OFICINA CRIATIVA NO CCBN DO MAMULENGO DO PÁSSARO SOLDADINHO DO ARARIPE. NOVEMBRO 2016.

·        
Contatos: Cel. 98808.6316 (whatssap) –  e-mail  luciomcaeira@bol.com.br.
José Barbosa dos Santos, 157 – Vila Fátima - ( Juazeiro do Norte CE).

Debate Público com Luizianne Lins em Crato!


Reunião Aberta!



Coletivos, companhias, grupos, artistas, pesquisadores, produtores, brincantes, estudantes e militantes venham construir a Pré-Bienal da UNE no Cariri! Nesta segunda-feira, dia 28, às 17h, na sede do Coletivo Camaradas vamos bater um papo! Chega junto!

fonte: música no cariri

Wilton Dedê será o novo secretário de Cultura do Crato?







O blog de André Lacerda: PlimPlim,  levantou a possibilidade de que Wilton Dedê  possa vir a ser  o novo Secretário de Cultura do Crato. 
A matéria faz um breve resumo da sua história e ressalta o documentário sobre Pe Ágio realizado por ele. A notícia animou a classe artística, quem "vive" de Arte e Cultura conhece a paixão e dedicação de Dedê aos assuntos relacionados aos grupos de tradição, samba e suas variações, música (sendo ele também instrumentista e pesquisador)  cinema, poesia, artes plásticas e visuais, história do Cariri, passeando por todas essas áreas, algumas como experimentador e outras com profissionalismo.
Membro do Instituto Cultural do Cariri  faz parte de um distinto grupo de intelectuais, artistas; Pessoas que com seu trabalho e dedicação já eternizaram a sua marca na história do Cariri


Wilton Dedê recebe o diploma de membro do Instituto Cultural do Cariri da sua esposa Rosângela ( Didi ).


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Coletivos realizarão Mostra de Artes na Comunidade do Gesso

Martilha 16 uma das apresentações do Estopim 2016

No período de 19 a 20 de novembro, a comunidade do Gesso será palco da III edição do “Estopim”, evento realizado por diversos grupos e artistas da região do Cariri que fazem parte da rede ColetivoS.
Música, dança, poesia, intervenções urbanas, oficinas, teatro, arte circense e grupos da tradição popular irão transformar a comunidade do Gesso nestes dois dias num caldeirão pluricultural.  

O evento realizado de forma independente e colaborativa surgiu a partir da necessidade de criar conexões entre grupos, artistas e comunidades e ao mesmo tempo   denunciar a ausência de políticas públicas para a cultura na região do Cariri.  “Esse será o Estopim da periferia, da democracia e do Fora Temer” destacam os integrantes da rede ColetivoS.  

O Estopim será realizado no mesmo período da Mostra Sesc e visa atrair artistas de diversas partes do pais para conhecer e vivenciar as experiências desenvolvidas pelos Coletivos do Cariri.

Conforme os organizadores, o evento contribuirá para a economia da comunidade, aonde bares, bodegas e vendedores de alimentos serão beneficiados.


As apresentações artísticas do Estopim serão realizadas no Terreiro do Coletivo Camaradas na Comunidade do Gesso. Outros espaços serão ocupados com oficinas e pontos de apoios solidários para os artistas. 

Os grupos e artistas interessados em participar devem entrar em contato preenchendo o fomulário: 

https://goo.gl/forms/CYETDm9DTDpIEQEe2

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

I Festival de Música do CRAS

No inicio da noite da última quinta-feira, dia 25 de agosto de 2016, foi realizada na Sede da OAB Subsecção do Crato, a solenidade de Lançamento do CD e DVD dos ganhadores do I Festival de Música dos CRAS. O referido Festival de Música foi elaborado com a proposta de descobrir talentos e despertar nos usuários integrantes dos grupos dos Serviços Convivência e Fortalecimento de Vínculos seus potenciais artísticos para a música. 
A realização do festival se deu através de duas etapas onde as inscrições ocorreram nos Centros de Referência da Assistência Social - CRAS - dos bairros Seminário, Batateira, Muriti, Alto da Penha, Vila Alta e distrito de Ponta da Serra, com um total de 50 inscritos.
Todos os participantes passaram por triagem, audições, ensaios, formação vocal e técnicas de palco com a Banda de música contratada pela SMTDS para executar o projeto. O evento foi embalado musicalmente por um excelente e exemplar repertorio,assim como por sentimentos de emoção, carinho, amor, e o mais importante: A certeza que a transformação social é possível através da música



ELISÂNGELA RODRIGUES 
VLADIANA, ANINHA GOMES, ELISÂNGELA RODRIGUES, EUGÊNIO SILVA
MÚSICOS E ORGANIZADORES DO EVENTO
VENCEDORES DO I FESTIVAL DO CRAS
FÁBIO E FABIANO

Primeiro Ato Fora Temer do Cariri

1º Grande Ato Fora Temer do Cariri!



- É chegada a hora de organizar uma grande resistência contra o governo golpista de Michel Temer, não podemos e não vamos ficar calados! Antes o “Gigante Acordou” e o mesmo adormeceu, hoje faremos o mesmo? Dormir enquanto um governo golpista, que foi condenado em maio por unanimidade pelo plenário do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo por ter feito doações ilegais para as campanhas de 2014 de dois candidatos a deputado federal do seu partido, o PMDB, no Rio Grande do Sul. ( De que cofre saiu todo o dinheiro dessas doações, e agora ele sendo “o chefão” ?!) Não podemos fechar os olhos e muito menos deixar de gritar nossos direitos.

A gente precisa se organizar e ir pra rua amanhã, depois e depois, todos os dias, mas tem que ser grande, tem que uma multidão de novo, vamos gritar, cantar, estaremos lá mostrando que o povo não é bobo. Que não vamos baixar a cabeça!!

Estaremos lá em defesa da democracia.

Iremos lutar, resistir.
(Compartilhem a ideia, adicionem seus amigos na pagina do evento, no grupo do Facebook) e não vamos aceitar provocações de aliados do Cunha, Temer e BolsoLixo! O foco é outro.


Vídeo de convite - Fora Temer TEMER Cariri: https://www.facebook.com/Movimento.Fora.Temer.Cariri/videos/1832065510354575/

Página Fora Temer Cariri;
https://www.facebook.com/Movimento.Fora.Temer.Cariri 


Idealização: Felipe Alencar, Elbim Pereira, Larissa Bender, Davi Campos, Leandro Medeiros Santos, Davidson Kennedy
#FORATEMERCARIRI

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Guerrilha 2015 divulga programação de espetáculos


07 | Sab
16h – O PALHAÇO MÁGICO (Tio G Eventos, Juazeiro do Norte-CE, Infantil, 70min, Palco)
19h30min – FEITO DE NÓS MESMOS (Grupo Dançá Mais Eu, Recife-PE, Livre, 45min, Anfiteatro)

08 | Dom
16h – A FADINHA E A NATUREZA (Cia. Tábua de Pirulito, Crato-CE, Infantil, 50min, Palco)
19h30min – UM BRAVO CANTO PARA DESATAR OS PERVERSOS NÓS! (Confraria da Paixão, São Paulo-SP, 14 anos, 80min, Palco)

09 | Seg
19h30min – ZUMIRA: A HISTÓRIA DE UMA RAINHA (Grupo Época de Teatro, Campos Sales-CE, Livre, 40min, Palco)

10 | Ter
19h30min – VERSOS DE MATUTO (Cia. Teatral Arte Livre, Trindade-PE, Livre, 40min, Palco)

11 | Qua
19h30min – AMOR INPROCESS (Grupo Cícera de Experimentos Cênicos e Cia. Ortaet de Teatro, Iguatu-CE, 16 anos, 40min, Palco)

12 | Qui
19h30min – EU SOU ASSIM... (Cia. WSA do Teatro, Icó-CE, 14 anos, 40min, Palco)

13 | Sex
19h30min – INQUISIÇÃO (Cia. Ludens em Cena, Juazeiro do Norte-CE, Livre, 40min, Anfiteatro)

14 | Sab
16h – TAMPINHA EM UM MUNDO DE HISTÓRIAS (Bete Pacheco, Juazeiro do Norte-CE, Infantil, 50min, Anfiteatro)
18h00min – EXISTE OUTRA PESSOA ENTRE NÓS DOIS? (Trupe Versos & Canções, Fortaleza-CE, 12 anos, 40min, Palco)
19h30h – E AGORA NÓS? (Grupo Teatral Loa, Fortaleza-CE, 16 anos, 50min, Palco)
21h – O TRIUNFO DE DIONÍSIO, A CELEBRAÇÃO (Grupo de Teatro Louco em Cena, Barbalha-CE, 18 anos, 50min, Anfiteatro)

15 | Dom
10h – PALESTRA DE LEGISLAÇÃO e BANCA EXAMINADORA do SATED-CE para emissão de Atestado de Capacitação Profissional para Registro Profissional dos Artistas e Técnicos na Superintendência Regional do Trabalho (SRTE/CE) do Ministério do Trabalho e Emprego (Sated-CE, 120min, Sala de Ensaios)
16h – A CAIXA DE BRINQUEDOS (Cia. Teatral Jovens em Cena, Juazeiro do Norte-CE, Infantil, 50min, Palco)
19h30min – MORTE ANUNCIADA (LATOR Produções, Fortaleza-CE, Livre, 45min, Palco)
20h30min – TOQUE-ME (Coletivo Dama Vermelha, Juazeiro do Norte-CE, Dança-Teatro, 16 anos, 50min, Anfiteatro)

16 | Seg
19h30min – CRIADORES EM CENA (Grupo Criadores em Cena, Fortaleza-CE, Livre, 90min, Anfiteatro)

17 | Ter
19h30min – UM TOM DE VINÍCIUS (Grupo de Teatro Zaíla Lavor, Juazeiro do Norte-CE, Dança-Teatro, 12 anos, 40min, Palco)
20h30min – AS SETE FORMAS DE AMAR (Cia. Mákara de Teatro, Crato-CE, 16 anos, 50min, Palco)

18 | Qua
19h30min – MARACATU (Maracatu Raízes, Crato-CE, Livre, 40min, Anfiteatro)

19 | Qui
19h30min – BUQUÊ DE SANGUE (Cia. Arte e Cultura de Teatro, Crato-CE, 14 anos, 40min, Palco)

20 | Sex
19h30 – SEPARACIÓN (Cia. Mandacaru de Artes e Eventos, Juazeiro do Norte-CE, 14 anos, 90min, Palco)  

21 | Sab
19h30min – A COMÉDIA DA MALDIÇÃO | Especial: comemoração 10 anos em cartaz (Cia. Brasileira de Teatro Brincante, Crato-CE, Livre, 60min, Palco)
21h – ACORDA GUETO (Irmandade Rap, Crato-CE, Música, Livre, 50min, Anfiteatro)

Cacá Araújo
Coordenador Geral

domingo, 27 de setembro de 2015

PCdoB de Crato elege nova direção e aprova resolução política

Integrantes do novo Comitê Municipal do PCdoB

Ontem, 26 de setembro de 2015, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realizou Conferência Municipal na câmara de vereadores, com a participação de grande número de delegados.
Prestigiaram o ato político de abertura o Dep. Federal Chico Lopes (PCdoB-CE), Vereador Amadeu de Freitas (PT-Crato) e André Barreto (PDT-Crato), Vereador Juracildo Fernandes (PCdoB-Santana do Cariri), entre outras destacadas lideranças dos movimentos sociais.
Na ocasião, o deputado Chico Lopes abonou a filiação de várias lideranças ao PCdoB, que se somaram às mais de duas dezenas que engrossaram as fileiras partidárias nos últimos sessenta dias.

I. Composição do novo Comitê Municipal do PCdoB (Diretório):
Adriana Fernandes Batista de Oliveira Freire, Ana Maria Alves Grangeiro, Antonio Carlos Ferreira Araújo (Cacá Araújo), Diogo Stálin de Alcantara Araújo, Edite Dias de Oliveira Silva, Elza Sônia Duarte Alencar, Francisco José de Sousa (Franzé Sousa), Francisco Moreira Firmino, Jandiclê de Lima, Joana Darc Caetano França, Maria Ismar Alves de Lima, Maria Luzinete Agostinho dos Santos, Samuel Cardoso da Silva, Samuel Duarte Siebra.

II. Novo Secretariado Municipal do PCdoB (Executiva):
PRESIDENTE (Secretário Politico): Antonio Carlos Ferreira Araújo (Cacá Araújo); VICE-PRESIDENTE (Secretário de Organização e Formação): Samuel Duarte Siebra; TESOUREIRO (Secretário de Finanças): Samuel Cardoso da Silva; SECRETÁRIO DE JUVENTUDE: Diogo Stálin de Alcantara Araújo; SECRETÁRIA DE MOVIMENTOS POPULARES E SOCIAIS: Elza Sônia Duarte Alencar; SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO: Francisco José de Sousa (Franzé Sousa).

III. Delegados à 22 Conferência Estadual do PCdoB / Ceará:
Titulares:

Antonio Carlos Ferreira Araújo (Cacá Araújo)
Cristiane Duarte Siebra Simões 
Elza Sônia Duarte Alencar
Francisco José de Sousa (Franzé Sousa)

Suplentes:

Diogo Stálin de Alcantara Araújo
Francisco Moreira Firmino

Delegado nato:

Samuel Duarte Siebra


IV. Resolução Política
A Conferência Municipal do PCdoB de Crato aprovou, sem emendas, o Projeto de Resolução Política e de Construção Partidária apresentado pelo Comitê Estadual, e deliberou por unanimidade a Resolução Política do Comitê Municipal que segue abaixo:

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DO PCdoB / CRATO-CE 

CÂMARA MUNICIPAL, 26 DE SETEMBRO DE 2015


RESOLUÇÃO POLÍTICA

Introdução

1. Fundado em 1922, o Partido Comunista do Brasil é o partido mais antigo do país. Viveu 60 anos na clandestinidade. Em 1962, rechaçou o oportunismo de direita, reorganizou-se, adotando a sigla PCdoB, e realçou sua marca revolucionária em defesa do Socialismo. Muito perseguido pelo regime militar, dirigiu a Guerrilha do Araguaia em 72-75. Ao fim da ditadura, alcançou a legalidade. Hoje, com atuação em todos os segmentos da luta popular defende a construção de um novo e ousado projeto de desenvolvimento nacional, que priorize o crescimento da economia, a afirmação da soberania, a valorização do trabalho e a distribuição de renda.
2. A atual conjuntura nacional e estadual, em que as forças democráticas se mantiveram nos respectivos governos, aponta para a negação do isolamento político e a necessidade da retomada do diálogo com a sociedade e articulação entre partidos do campo popular, não só em decorrência das eleições municipais que se avizinham, mas da tarefa de manter e ampliar conquistas sociais e a legitimidade do governo Dilma, constantemente ameaçado pelas hordas reacionárias e golpistas.

Situação Municipal

3. O Crato está à beira de um colapso administrativo. Há tempos não se via tamanha incapacidade gerencial, que condena o servidor público ao descaso e a população é vitimada pela inexistência de políticas de desenvolvimento econômico e social que lhe restabeleça a autoestima e promova a qualidade de vida. No campo político, nosso município amarga a decadência e o declínio que o levaram a perder o protagonismo regional que outrora exerceu, dando lugar à estampa de terra de escândalos que desmoralizam os poderes executivo e legislativo e envergonham cidadãos e cidadãs. O interesse público é negligenciado através de práticas fisiologistas em que grupos da velha e da nova elite se locupletam.
4. Diante desta realidade, o Partido Comunista do Brasil – PCdoB de Crato – está construindo, juntamente com os partidos de esquerda e progressistas, especialmente aqueles que integraram a aliança que elegeu Camilo Santana ao Palácio da Abolição, somados aos movimentos sociais, um novo rumo para o município, que aponte para a justiça social, participação popular, transparência e atenção às reais necessidades dos cratenses. Será, portanto, dessa frente ampla, democrática e popular, denominada FRENTE CRATO POPULAR, que surgirão os nomes daqueles que representarão esse projeto como candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores. E, sem dúvida, entre os nomes à disposição para as chapas majoritária e proporcional, estarão quadros do PCdoB, dispostos a empunhar a bandeira das mudanças.
5. O Partido delibera que, entre as condicionantes políticas para integrar as chapas majoritária e proporcionais que concorrerão à Prefeitura Municipal do Crato e Câmara de Vereadores, exige-se o alinhamento às seguintes condições: a) oposição declarada à atual gestão municipal; b) posicionamento contrário à ofensiva conservadora de extrema direita capitaneada pelo PSDB e PMDB.
6. Resolve, ainda, que, sob nenhuma hipótese se aliará ao atual prefeito municipal ou a quem possa ser por ele indicado ou apoiado.
7. No que concerne às eleições proporcionais, esta Conferência considera prioritária a eleição de parlamentares do PCdoB e delibera que sejam envidados esforços no sentido de compor chapa própria de candidatos a vereador/a, podendo, na impossibilidade de cumprir a presente determinação, celebrar coligação.
Conclusão
8. O PCdoB lembra, na oportunidade, que suas resoluções nacionais, estaduais e municipais devem, obrigatoriamente, ser observadas, respeitadas e aplicadas pelo conjunto de filiados e militantes, sendo ou não candidatos, conforme Estatuto.
9. Reafirma, por fim, determinação contida no documento de resolução do Comitê Estadual do PCdoB apontado que “ao realizar entendimentos com foco na disputa municipal, com possíveis desdobramentos relativamente a participação na gestão em caso de vitória, é preciso deixar claro que o Partido é nacional, tem seu programa e projeto político próprios. O apoio administrativo e político à gestão municipal, inclusive através de nossos parlamentares e gestores estaduais e federais, não pode e nem deve ser confundido com o apoio ou adesão a projetos de âmbito estadual ou nacional do prefeito quando diferentes dos interesses do Partido, nem a subordinação do Partido e de seus militantes à sua liderança. O Partido é aliado no município, mas tem seus projetos próprios para o País e para o estado. Este é um aspecto que precisa ficar muito claro, desde o princípio, nas conversações com os possíveis aliados. Este comportamento faz parte de um justo combate que precisa ser desenvolvido contra uma cultura política arcaica que prevalece em muitos municípios e rebaixa o papel dos aliados e dos partidos, tentando subordiná-los integralmente ao prefeito, inclusive a projetos eleitorais que ultrapassam os limites municipais. (...)”

Crato-CE, 26 de setembro de 2015.
A Conferência Municipal do PCdoB de Crato-CE

Ato político de abertura
Executiva municipal: Diogo Stálin, Franzé Sousa, Cacá Araújo, Elza de Alencar, Samuel Cardoso e Samuel Siebra 

"(...) E viva o Partido Comunista do Brasil!"

terça-feira, 18 de agosto de 2015

COM O POVO NA RUA, GOLPISTA RECUA!


NÃO AO GOLPE! SUPERAR A CRISE COM A DEFESA DA DEMOCRACIA E A RETOMADA DO CRESCIMENTO


A situação do país prossegue grave. A democracia, reconquistada à custa de muita luta e muitas vidas, corre riscos. Golpistas tramam abertamente derrubar a presidenta Dilma Rousseff, legitimamente eleita. A economia nacional, engolfada pela crise mundial do capitalismo, sem saída e sem fim à vista, atravessa um difícil período de recessão.



Setores da oposição sacam de um embuste grosseiro e pregam o golpe aos gritos de “novas eleições”. Sim, haverá novas eleições presidenciais. Elas já foram marcadas pela Constituição. Serão realizadas em 2018. Qualquer proposta fora disto não tem outro nome senão conspiração contra o Estado Democrático de Direito.



Esse cenário de guerra política, de campanha de ódio e intolerância, empreendido pela direita, ameaça o projeto nacional e preocupa o povo, pois rouba-lhe as conquistas, como o emprego e o poder aquisitivo dos salários. A tática de conduzir o país à instabilidade, à ingovernabilidade, de aprofundar a crise econômica – como meio de os tucanos serem reconduzidos ao governo – passou a se chocar com os interesses de grupos financeiros e empresariais que, publicamente, já expressam sua discordância em relação a essa conduta.



De fato, movido pela ambição de reaver o poder a qualquer preço, o agrupamento mais retrógrado da oposição não hesita em fazer “terra arrasada”, de agir para empurrar o Brasil para o buraco. Na Câmara dos Deputados – aproveitando-se de que o governo está com sua base de apoio dispersa – um conluio conservador lidera a aprovação, de forma irresponsável, das chamadas “pautas-bomba”, elevando os gastos públicos às alturas. Sabota as medidas do governo Dilma que visam a retomar o crescimento e proteger as empresas e os empregos do país, adota a ignominiosa conduta de atuar para prejudicar a economia nacional e suas principais empresas, a começar pela Petrobras.



Além da tentativa de fechar o cerco contra o mandato legítimo da presidenta Dilma, outro sintoma da gravidade da crise, de que o país é palco de práticas típicas de um Estado de exceção, se revela por um fato escandaloso: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, maior liderança popular do país – estadista respeitado no mundo e contra o qual não há nada –, estaria, segundo reportagens, “no radar” de investigações. Investigações sem fundamento e viciadas por motivações políticas. Para completar o absurdo, essa ameaça foi alardeada pela grande mídia, no mesmo período em que a sede do Instituto Lula, local de trabalho do ex-presidente, foi alvo de um atentado terrorista com a explosão de uma bomba caseira.



A essa altura, fica nítido — conforme têm alertado o PCdoB, outras forças progressistas, renomados juristas e vozes de instituições democráticas — que a Operação Lava Jato cada vez mais é usada politicamente. O necessário combate à corrupção que a sociedade exige, que o PCdoB e as forças democráticas apoiam, é lastimavelmente, como outras vezes na história, instrumentalizado por conspiratas contra a democracia. Nesta temática, a direita revela hipocrisia quando se opõe — e vota contra — ao fim do financiamento empresarial das campanhas eleitorais, verdadeira raiz de grande parte dos escândalos que afetam a vida política do país.



A ESCALADA ANTIDEMOCRÁTICA PODE E SERÁ DERROTADA



A renitente ofensiva das forças reacionárias, pode sim ser contida e derrotada. O próprio extremismo dessas forças, de tão nocivo ao país, tem contribuído para isolá-las. E nos últimos dois meses, foram dados passos rumo à constituição tanto de uma frente ampla quanto de um bloco de esquerda, duas vertentes de uma só tarefa, a principal da atualidade: construir a unidade de ação de amplas forças políticas e sociais para defender a democracia, a economia nacional, a retomada do crescimento com progresso social. E, do mesmo modo, empreender a defesa dos direitos sociais, civis e trabalhistas, alvos de uma agenda reacionária da qual fazem parte a terceirização, a redução da maioridade penal e mesmo a tentativa de criminalizar os movimentos sociais.



Não há base jurídica que sustente um processo de impeachment. Nada, absolutamente nada, consta na Justiça contra a presidenta Dilma Rousseff, como já proclamaram a Procuradoria-Geral da República e o Supremo Tribunal Federal. Nada consta porque a presidenta em toda a sua vida pública provou ser honrada, honesta e corajosa defensora do patrimônio público. Portanto, o impeachment que a oposição brada é uma aberração jurídica, política e moral.



Cientes de que não há base legal para o impeachment, a oposição neoliberal e a grande mídia há meses tentam envolver o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Tribunal Superior Eleitoral na sua teia antidemocrática.



A matéria em exame no TCU, das chamadas “pedaladas fiscais”, foi devidamente esclarecida pelo governo, além do fato de ser um expediente ao qual recorreram outros governos e nenhum deles sofreu qualquer condenação por isto. No caso do TSE, o mérito da questão lá em foco já foi esclarecido: todas as doações eleitorais de empresas à campanha da presidenta foram efetivadas de acordo com as leis do país.



Na inexistência de um “crime” que seja pretexto para um processo de impeachment, a direita neoliberal agora tentará dar sequência à sua escalada se agarrando nas manifestações realizadas em 16 de agosto. Mas nada se sobrepõe aos 54 milhões de votos de brasileiros e brasileiras que votaram na presidenta Dilma, nada se sobrepõe à soberania popular. Além do que, as manifestações que se multiplicam em apoio à democracia e à presidenta – como aconteceu na Marcha das Margaridas e como ocorrerá nas manifestações do próximo dia 20, pela democracia, contra o golpe e por mais direitos – não autorizam os golpistas a afirmarem que têm o “aval” das ruas para tentarem promover um retrocesso democrático no país.



As forças conservadoras têm como objetivo central sepultar o ciclo progressista iniciado em 2003. Todavia, o consórcio oposicionista apresenta divisões e rachaduras quanto à conduta tática, que vai do golpe imediato ao desgaste sistemático e continuado da presidenta Dilma.



A PRESIDENTA DILMA VAI À LUTA



Coerente com sua biografia, a presidenta Dilma se movimenta, vai à luta para defender o seu mandato, e entende isso como uma tarefa suprema derivada do voto que o povo lhe consagrou: “O voto é a fonte da minha legitimidade, e ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu”.



Desde o último mês de julho, Dilma se empenha para costurar um amplo pacto pela superação da crise, reunindo-se com todos os governadores, com prefeitos, parlamentares e representantes do empresariado. Também viaja pelo país, inaugurando obras de seu governo, em contato com o povo, a exemplo do Maranhão, onde foi recepcionada calorosamente por um ato com milhares de pessoas e ouviu apoio decidido do governador do estado, Flávio Dino. Ao mesmo tempo, a presidenta se aproxima e se apoia na mobilização popular, tal como se destaca na sua participação na Marcha das Margaridas, e no seu encontro, no Palácio do Planalto, com centenas de lideranças dos movimentos sociais e das centrais sindicais.



Na esfera internacional, a presidenta cumpriu importante agenda no México, nos Estados Unidos da América e na Rússia, na reunião de Cúpula do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Essas três iniciativas resultaram em ganhos políticos e econômicos para o país. E a esses êxitos se somam os investimentos de cerca de US$53 bilhões da China, já anunciados em maio, na visita do primeiro-ministro chinês Li Keqiang.



Internamente, para enfrentar e superar progressivamente a recessão e alavancar a retomada do crescimento – questões vitais para se vencer a presente crise política e assegurar continuidade do ciclo progressista –, destaca-se positivamente, por parte do governo, um conjunto de grandes iniciativas: lançamento do Programa Minha Casa Minha Vida 3, que pretende somar 3 milhões de casas populares construídas até 2018; Plano Safra da ordem de R$ 224,4 bilhões, sendo R$ 187,7 bilhões para a agropecuária empresarial, R$ 28,9 bilhões para a agricultura familiar (Pronaf), e R$ 7,8 bilhões para o programa “Mais Alimentos”; Plano de Exportações para estimular o setor produtivo e abrir espaço no mercado mundial; Plano de Concessões do governo federal que visa nos próximos anos a atrair mais de R$ 190 bilhões em investimentos privados, sobretudo nos setores de infraestrutura e logística; e Aumento de 15% para 20% da alíquota da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido recolhido por instituições financeiras e repatriação de recursos mantidos no exterior.



SAÍDAS PARA A CRISE TÊM COMO VÉRTICE O MANDATO CONSTITUCIONAL DA PRESIDENTA DILMA



O PCdoB incentiva e apoia a conduta da presidenta Dilma de liderar o enfrentamento da crise, buscando a sua superação, pois isto é o que ordena o mandato constitucional. Do mesmo modo o Partido apoia o vice-presidente Michel Temer no papel de articulador político do governo, missão que lhe foi atribuída pela presidenta.



O desafio da presidenta Dilma, agora e já, é persistir na construção de um pacto que resguarde a democracia, instaure a normalidade política e garanta a estabilidade institucional. À medida que este acordo avance, as forças democráticas terão melhores condições para desmascarar e derrotar o setor mais reacionário da oposição, aquele que persiste na investida golpista.



É hora de rearranjar a base política de apoio no Congresso e de pactuar compromissos mútuos com os demais poderes em benefício do país, da economia e dos interesses do povo. Neste sentido, é promissor o diálogo institucional que se desencadeou entre o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros, e a presidenta Dilma e seus ministros, tendo como base a Agenda Brasil. É claro que negociar uma agenda sobre o desenvolvimento nacional exige separar o joio do trigo, resguardando sempre os interesses da Nação e do povo.



É urgente que o governo lidere um acordo nacional em torno de uma pauta que impulsione a retomada do crescimento econômico com progresso social, proteção ao emprego e preservação de direitos trabalhistas. Para isto, impõe-se deixar para trás a agenda contracionista do ajuste fiscal e no seu lugar acentuar a retomada do crescimento. É preciso dar nitidez a essa perspectiva, indicar ao povo para onde vão o governo e o país. Somente com uma agenda positiva – o horizonte de dias melhores –, uma nova arrancada de desenvolvimento pode reacender a esperança.



Assim, o Partido reitera sua posição contrária ao crescente aumento da taxa básica de juros, uma vez que essa linha ascendente da Selic está na contramão da grande meta do governo da presidenta Dilma de fazer o Brasil voltar a crescer, pois eleva a dívida pública, anula o esforço fiscal e desloca o capital para as aplicações financeiras, inibindo o investimento privado. E mais uma vez o PCdoB ressalta a necessidade de o governo tomar a iniciativa para que sejam taxadas as grandes fortunas e grandes heranças, como passo para a realização de uma reforma tributária progressiva.



O PCdoB considera que na necessária e indispensável luta contra a corrupção e a impunidade, nenhum segmento da Justiça e do Ministério Público pode se prestar à exploração político-partidária e atuar à margem do Estado democrático de direito, nem tampouco contribuir para levar à falência as empresas da engenharia nacional, fundamentais ao desenvolvimento do país.



É fundamental também que o governo recomponha e amplie sua base social, esclarecendo e dialogando com suas bases fundamentais de sustentação para fortalecer a resistência.



Manifestações variadas, amplas e combativas precisam se dar como forma de esclarecer os setores populares a respeito do que está em jogo neste confronto. Superar a crise demanda protagonismo político dos movimentos sociais, das centrais dos trabalhadores, exige mobilizar povo, exige presença na batalha das ruas. Requer, também, busca de caminhos, intensa luta de ideias nas redes sociais, inúmeros debates e conferências.



O PCdoB considera que é preciso sustentar o combate. As crescentes convergências em torno de temas de interesse democrático, nacional e popular podem mobilizar amplas forças. O Partido saúda o coletivo militante por procurar assumir a linha de frente da resistência, a atuação corajosa da bancada parlamentar, do governador Flávio Dino do Maranhão e do ministro Aldo Rebelo, entre outras lideranças. Em especial se destaca a atuação dos comunistas nos movimentos sociais e na frente sindical, a combatividade e sobretudo a sua contribuição para que as ações, as mobilizações tenham o foco político certeiro de defesa da democracia e do mandato da presidenta Dilma.



O Partido está confiante na superação da crise, mas alerta que o confronto poderá ser longo e a conjuntura política tende a seguir instável e perigosa. O PCdoB convoca o coletivo militante a reforçar ainda mais o engajamento na luta e conclama que essa mesma conduta seja adotada pelo conjunto das forças políticas e sociais democráticas e progressistas.



São Paulo, 16 de agosto de 2015
O Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...