sexta-feira, 31 de maio de 2013

Conheçam!





QUARTETO EM POESIA

Espetáculo poético musical da
Poesia Popular Nordestina.




Quebrando o paradigma de segmentação das expressões artísticas, o grupo formado por instrumentistas e compositores que também são poetas de literatura de corde l e de formas clássicas como sonetos. Parte do repertório é de peças em formas fixas (septilhas, décimas e galopes à beira mar) musicados com arranjos mais elaborados, dando ao poema uma vestimenta melódica e harmônica de trabalho musical elaborado no sentido de mostrar outras possibilidades musicais para essa forma de poesia nordestina de raízes.
Formação do QUARTETO EM POESIA:
O grupo é formado por: voz, violão, viola sertaneja e percussão.
 Allan Sales: violonista, violeiro,compositor e poeta cordelista.
Clécio Rimas: percussionista, raper, compositor, declamador e poeta cordelista.
Thiago Martins: rabequeiro, compositor e poeta cordelista.
Leonardo Melo: violonista, arranjador e diretor musical.

Hoje tem Maxwell no Boteco João e Maria


quarta-feira, 29 de maio de 2013

SESC Apresenta:


Confraria destaca origens interioranas!

Juazeiro do Norte. Eles são nordestinos natos, a maioria cearense, mas sempre com a raiz fortalecida nas origens interioranas. E foi por esta razão, que nasceu a Confraria Chapéu de Couro, prestes a chegar aos quatro anos de criação. São pesquisadores, professores, jornalistas, advogados, médicos, filósofo, eletricista. Não há padrão, mas critérios de fazer parte de um grupo que tem como uma de suas principais finalidade promover e valorizar a cultura, a amizade e a integração, com fraternidade e solidariedade. O grupo, de 32 pessoas, pela primeira vez visita o Cariri, para saudar o patrono, Patativa do Assaré, em seu território.

O grupo é composto de 32 membros e visitou espaços importantes da cultura popular do Cariri, como o Memorial Patativa do Assaré FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

Durante este final de semana os confrades visitaram espaços culturais da região, com o Memorial do Patativa, além de museus de Santana do Cariri e Nova Olinda. E o que não falta é alegria para os participantes que recitavam a poesia de Patativa, agora poderem estar no ambiente em que viveu o seu patrono. A marca do grupo é forte. São as três letras ´c´ que formam o símbolo da confraria. E fazer parte da irmandade significa incorporar o nome, literalmente. O velho chapéu de couro dos vaqueiros do sertão está nas cabeças de homens e mulheres da confraria, com o registro do nome e a marca feita a ferro quente. O jornalista e documentarista Roberto Bonfim tem chapéu número um. Inspirou o grupo. Ele fala do sentido informal em que foi criada a confraria, entre amigos, mas uma coisa séria, que não era reservada apenas a reuniões de grupo para "bebericar". Era algo mais, que merecia uma amplitude que pudesse também levar o conhecimento e a valorização das raízes do povo nordestino.

Palestras
E isso tem acontecido, nos últimos, segundo Bonfim. Alguns dos próprios profissionais confrades se encarregam de fazer palestras e eles seguem uma pauta de atividades.

A ideia, segundo o atual presidente do grupo, Paulo André Viana, é produzir todo esse material e publicá-lo dentro de um breve espaço de tempo.

Ele disse que está sendo criado um site da Confraria, no intuito de ampliar esse conhecimento. Estar na terra de Patativa, conforme ele, é um motivo de realização para todos os confrades. Esse trabalho não se resume apenas a incursão pelo lugar onde nasceu o poeta, mas uma pesquisa sobre a cultura popular.

Roberto destaca que a confraria tem a finalidade de valorizar, cultuar e estudar as raízes nordestinas, e principalmente do Ceará. "Nós nos reunimos há quatro anos, e por conta do nosso aniversário, estamos vindo ao Cariri e chegarmos à casa do nosso patrono", diz ele. Mesmo algumas pessoas do grupo já tendo o conhecimento do Memorial do Patativa, a visita deste final de semana foi diferente. Agora não é só a poesia que inspira os confrades, mas o ambiente onde e viveu Patativa do Assaré.

Outro aspecto importante para os componentes do grupo é a valorização da gastronomia. "Pesquisamos nessa área, por vemos uma riqueza variada no cardápio nordestino", diz o jornalista. O grupo foi iniciado por quatro amigos cearenses.

Choque
As conversas sempre eram diversificadas e Roberto Bonfim, como documentarista, com o seu usual chapéu de couro, trazia assuntos relacionados aos seus documentários e a cultura nordestina. Daí, veio a ideia da confraria. "Era uma brincadeira. Não tínhamos a intenção de ser o que nos tornamos", afirma.

Choque
Desse momento, segundo Paulo André, veio o choque no início de algo que se tornou realmente algo sério.

Foi criado estatuto, regimento, marca e a adoção do chapéu de couro, marca registrada, além das reuniões periódicas, no segundo sábado de cada mês. O grupo sai Ceará afora com o estandarte feito em couro, com a marca e a imagem do poeta Patativa do Assaré.

Para se tornar integrante da confraria não é tão simples. É preciso identificação, conhecimento de algum dos integrantes para receber o convite, além de frequentar três reuniões seguidas, e depois ser submetido a uma votação para ser parte do grupo. Depois é usar a blusa e o chapéu nas reuniões e encontros de forma obrigatória.

A Confraria Chapéu de Couro mantém sócios correspondentes em outros estados, como Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Pernambuco e ainda em Brasília.

Mais informações:
Confraria Chapéu de Couro

Fortaleza - CE

Telefone: (085) 8744.8106

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER 

terça-feira, 28 de maio de 2013

Divulgado Programação da Quermesse de Santo Antônio 2013


Postado por: Alisson em BarbalhaFesta de Santo Antônio 
Data: 26-05-2013
Na noite desse sábado (25) a Paroquia de Santo Antônio de Barbalha divulgou toda a programação para a quermesse nesta Festa de Santo Antônio 2013, confira abaixo.






PROGRAMAÇÃO QUERMESSE
Dia 03/06 – Segunda feira
• Terreirada/Bandas Cabaçais
• Zé Joel e Capitão/Edson e Bruno

Dia 04/06 Terça feira
• Terreirada/ Bacamarteiros
• Musical Vocal Samba de Feira/PC e Nosso Samba

Dia 05/06 Quarta feira
• Coco do Dedé de Luna
• Sávio Menezes/Toinho Estrela

Dia 06/06 Quinta feira
• Noite da Educação – ETSUS
• Nilsinho/Suzana e Lucas

Dia 07/06 Sexta feira
• Noite da Administração
• Panticola e Casaca de Couro/ Ana Paula Nogueira (Participante do Ídolos)

Dia 08/06 Sábado
• Leilão

Dia 09/06 Domingo
• Terreirada/Bandas Cabaçais
• Gilvan e seu Regional

Dia 10/06 – Segunda feira
• Terreirada/Reisado de congo do Mestre Nêgo
• Terreirada/Maculelê Arte e Tradição
• Hiago Ferraz

Dia 11/06 – Terça feira
• Terreirada/Maneiro Pau do Mestre Zé Antonio
• Musical Vocal Catingá
• Ney Alencar

Dia 12/06 – Quarta feira
*João Dino/Banda Arquivo
Por: Barbalha-Online

Ótima Dica!



CURTA MUITO do CCBNB Cariri em parceria com o SESC CRATO. Local Teatro Adalberto Vamozi, SESC CRATO, segunda-feira, 03 DE JUNHO DE 2013, às 15h.

VLADO, TRINTA ANOS DEPOIS (Dir. João Batista de Andrade, Brasil, 2005, 84min)

No dia 25 de outubro de 1975, o jornalista Vladimir Herzog acorda de manhã e se despede da mulher, Clarice: ele deve se apresentar ao DOI-CODI, órgão da repressão política do regime militar, para prestar depoimento. Clarice questiona se ele deve se apresentar: vários amigos estão presos e sabe-se que são torturados. Mas Vlado se recusa a fugir; pondera que é um homem transparente, alheio à clandestinidade. No fim da tarde do mesmo dia, sua família e amigos recebem a terrível notícia: o jornalista está morto e, segundo fonte oficial, suicidou-se na prisão. O filme revela a trajetória de Herzog, desde a infância na Iugoslávia até sua posse como diretor de Jornalismo da TV Cultura de São Paulo. A reação de Clarice, dos amigos e da sociedade, recusando a farsa montada para justificar a morte do jornalista, tornou o fato um marco na luta pela redemocratização do país.

 Curta: MARIMBÁS (Dir. Vladimir Herzog, Brasil, 1963, 11min)

Único filme do jornalista Vladimir Herzog, o curta-metragem é resultado do curso de cinema ministrado pelo documentarista sueco Arne Sucksdorf, em 1962. Produzido no estilo do Cinema Verdade, mostra um grupo que sobrevivia da pesca no Posto 6, em Copacabana.

CURTA MUITO do CCBNB Cariri em parceria com o SESC CRATO. Local Teatro Adalberto Vamozi, SESC CRATO, segunda-feira, 03 DE JUNHO DE 2013, às 15h.

VLADO, TRINTA ANOS DEPOIS (Dir. João Batista de Andrade, Brasil, 2005, 84min)

No dia 25 de outubro de 1975, o jornalista Vladimir Herzog acorda de manhã e se despede da mulher, Clarice: ele deve se apresentar ao DOI-CODI, órgão da repressão política do regime militar, para prestar depoimento. Clarice questiona se ele deve se apresentar: vários amigos estão presos e sabe-se que são torturados. Mas Vlado se recusa a fugir; pondera que é um homem transparente, alheio à clandestinidade. No fim da tarde do mesmo dia, sua família e amigos recebem a terrível notícia: o jornalista está morto e, segundo fonte oficial, suicidou-se na prisão. O filme revela a trajetória de Herzog, desde a infância na Iugoslávia até sua posse como diretor de Jornalismo da TV Cultura de São Paulo. A reação de Clarice, dos amigos e da sociedade, recusando a farsa montada para justificar a morte do jornalista, tornou o fato um marco na luta pela redemocratização do país.

Curta: MARIMBÁS (Dir. Vladimir Herzog, Brasil, 1963, 11min)Único filme do jornalista Vladimir Herzog, o curta-metragem é resultado do curso de cinema ministrado pelo documentarista sueco Arne Sucksdorf, em 1962. Produzido no estilo do Cinema Verdade, mostra um grupo que sobrevivia da pesca no Posto 6, em Copacabana.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Hoje tem show de Fatinha Gomes

Onde?
Cantinho do PIMENTA, A PARTIR DAS 21:00h!
Ela será acompanhada pelo grande violonista Fabrício da Rocha, repertório de muito bom gosto, cardápio variado!


quinta-feira, 23 de maio de 2013

São João da Saudade!


Tom Brasil!



Santo Antônio de Barbalha: Corte do Jatobá abre ritual da Festa do Pau da Bandeira


Considerado um dos pontos altos dos festejos do padroeiro, o momento mobiliza 150 homens do Sítio Flores
Por: Edy Lima
Fonte: Diário do Nordeste
Barbalha. O esforço é pela fé. Uma multidão segue em carreata até a mata do Sítio Flores, neste Município, para seguir um ritual que atravessa mais de oito décadas. O corte do Pau da Bandeira, para a Festa de Santo Antônio de Barbalha, que começa no dia 2 de junho, com o cortejo do mastro do padroeiro da cidade, ocorreu na manhã de ontem. Cerca de 500 pessoas, em sua maioria carregadores do pau, foram presenciar o momento que consideram sagrado. O jatobá de 23 metros, pesando cerca de duas toneladas, foi retirado da mata com apoio de um guindaste e, finalmente, colocado na chamada "cama do pau", a mais de dois quilômetros do local onde foi cortado, no Sítio Roncador.

A árvore escolhida tem 23 metros de altura e pela duas toneladas fotos: elizângela santos

A preparação dos carregadores começa cedo, com o caldo, no Mercado Central, para o reforço do trabalho que vem pela frente. São cerca de 9 quilômetros para chegar ao local, que foi visitado por mais duas vezes, para a seleção de cinco árvores, um angico e quatro jatobás, no dia 14 de abril, e, no último domingo, para a escolha do Pau da Bandeira da festa deste ano. O angico, considerado o mais adequado para o corte, não foi autorizado pelos órgãos ambientais. O trabalho contou com acompanhamento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio).

Bênçãos

Antes do deslocamento até o Sítio Flores, a equipe de carregadores pediu as bênçãos do santo padroeiro da cidade e uma carreata seguiu para a Matriz. Para o capitão do pau, Rildo Teles, esse é um momento de fé do povo de Barbalha e um dos pontos mais altos da festa. "Me sinto imensamente feliz de poder estar à frente dessa tarefa de conduzir o Pau da Bandeira, com os carregadores", afirma. Desde 2001, ele é eleito como o líder do grupo, que chega a pelo menos 150 homens.

Antes do primeiro golpe de machado para o corte do mastro, mais uma oração, com a imagem de Santo Antônio nas mãos, para abençoar o rito. A árvore é retirada da mata nativa, fora da Área de Proteção Ambiental (APA). A escolha passa por critérios também entre os carregadores. O mastro deve ser retilíneo, longo e de preferência com um peso que facilite a condução durante o cortejo. São cerca de seis quilômetros, a partir da saída, no dia 2, às 11 horas. A chegada este ano será antecipada e a previsão é hastear a bandeira do santo às 17 horas.

Segundo o secretário de Cultura da cidade, Antônio Sisnando, a partir da próxima segunda começa o processo de ornamentação da cidade. As cores de uma das maiores festas alusivas ao santo casamenteiro do Brasil invadem as ruas de Barbalha, que durante este ano recebeu o título, reconhecido por lei estadual, de Capital da Festa de Santo Antônio. E com referência a esta denominação, o secretário afirma que a cidade comemora.

Público

"Será o principal tema da festa, que irá acolher milhares de pessoas", afirma. A estimativa é mais de 350 mil pessoas estejam na cidade durante o primeiro dia do cortejo, que atrai turistas doe várias partes do Brasil.

A preocupação de chegada na Matriz mais cedo que o ano passado, segundo o secretário, é justamente para atender à expectativa dos turistas, imprensa e população em geral e tornar a festa mais segura. E o apelo foi repassado para os carregadores pelo capitão, durante o começo da concentração, ontem. "Esse ato vem sendo renovado há muitos anos, e não temos como descrever a fé e tudo que envolve esse momento mágico".

Segundo ele, exercer a função de capitão do pau é uma das coisas mais importantes, mas a responsabilidade é o fruto da fé. "Temos alguns excessos, mas há o zelo e o cuidado pelas pessoas", ressalta. O professor e pesquisador Josier Ferreira, acompanha todo o processo de retirada do jatobá. Há vários anos ele realiza pesquisa sobre o ritual, a tradição e a sustentabilidade ambiental, numa integração do homem com a natureza.

Devoção

Segundo o professor, o porte das árvores retiradas da área da Chapada do Araripe é condicionada por alguns fatores ambientais. Numa análise de foto de satélite, ele afirma que as maiores estão próximas aos cursos de águas superficiais.

No caso do jatobá, com cerca de 35 anos, a retirada aconteceu bem próximo ao leito do Riacho Seco. Para ele, duas coisas caracterizam a festa de Barbalha: uma delas, a devoção do padroeiro; e a outra, as condições de floresta que o município tem agregado a uma área de Bacia Sedimentar, na encosta. Em praticamente todos esses anos, as árvores eram retiradas do Sítio São Joaquim e, a partir de 2000, começaram, a ser retiradas também do Sítio Flores.

"É uma floresta que seca, mas mantém algumas espécies da própria vegetação da Chapada do Araripe, como é o caso do Jatobá", explica. A festa ainda passa por um processo de reconhecimento, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como patrimônio imaterial. A programação se estenderá do dia 2 até 13 de junho, encerrando com a procissão do padroeiro.

ENQUETE

Por que a festa é importante para a região?

"A festa reúne fé e natureza. A existência da natureza condiciona a prática afetiva no imaginário das pessoas, utilizando o culto a Santo Antônio a partir de um contato com a natureza"

Josier Ferreira
Pesquisador

"É uma tradição que se repete há mais de oito décadas e hoje há uma preocupação maior relacionada à retirada da árvores, de uma Área de Proteção Permanente (APP). A tradição deve ser preservada

Cícero Tiago
Ambientalista e carregador do pau

Mais informações

Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, Rua da Matriz, 25
Centro
Barbalha - Cariri
Telefone : (88) 3532.1708

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER

terça-feira, 21 de maio de 2013

E antes da performance poética....


Espia só o som dos nossos meninos!




Retratos do Nordeste! Fonte: Nação Nordestina

Retratos do Nordeste, Juazeiro do Norte, Ceará, foto: Tiago Santana
fonte: Nação Noedestina
foto: Araquém Alcantara

 ô saudade!!!!

Entre Canetas e Bacamartes Por:Cristina Couto

Postado originalmente em:
http://cariricangaco.blogspot.com.br/


Fideralina Augusto Lima e a Abertura do IV Seminário Cariri Cangaço - Entre Canetas e Bacamartes.

Lavras da Mangabeira viveu seu apogeu politico nas primeiras décadas do século XX. O poderio do Bacamarte de um coronel, nada convencional para aqueles tempos deu a nossa cidade o título de Princesa do Salgado, mostrando a força e determinação do substantivo feminino.

Nas terras fecundas do Salgado imperou a vontade de uma mulher, Dona Fideralina Augusto Lima, que sendo proprietária de inúmeras terras, muito gado, muitos negros e muitos cabras foi uma das maiores expressões políticas do Estado do Ceará em todos os tempos, tornou-se símbolo de mulher destemida, audaz e guerreira e tem seu nome, hoje, citado no coronelismo, sendo reconhecida e respeitada como tal.

O efervescente conflito entre o rosário dos beatos, a ponta do punhal dos cangaceiros e o bacamarte dos coronéis, mostraram ao Ceará o grande domínio que o Cariri Cearense detinha nesta Região. Os símbolos, os mitos e as crenças determinaram os mandatários locais e a troca de favores em nome do poderio político. 

Cristina Couto recebe de Manoel Severo o Título Cariri Cangaço

Quando o rosário se quebrou, o punhal entortou e o bacamarte caiu, Lavras da Mangabeira não perdeu seu poderio, reconhecida como celeiro de intelectuais seus filhos ilustres assumiram o poder através da caneta, sendo destaque na literatura e nas artes. 

Por essas razões, Lavras da Mangabeira tem a honra de abrir a temporada do IV Seminário Cariri Cangaço em suas terras. Para a cultura lavrense é um verdadeiro resgate histórico daqueles que tanto fizeram pelo nosso município, e durante décadas foram completamente esquecidos e até injustiçados. O tempo passa mais a história registra. A partir desse momento vamos conhecer e reviver o nosso passado de conflitos e de glória.

Cristina Couto
Secretária de Cultura de Lavras da Mangabeira
da família Cariri Cangaço

PARABÉNS MANOEL SEVERO, POR ESSE TRABALHO HISTÓRICO NA VALORIZAÇÃO DAS NOSSAS TRADIÇÕES!

O Cariri sempre repleto de ótimas atrações culturais!

O projeto de encenação do conto do poeta nordestino Astier Basilio: BODOCONGÓ, que conta a história de um cineasta que filma o TEMPO durante 40 anos.


Ermano Morais e Escurinho? ONDE?


segunda-feira, 20 de maio de 2013

Lembrete!


Boa noite caros amigos.

Lembro a vocês que amanhã dia 21 de maio, terça-feira, teremos a exibição de três curtas-metragens, na I Mostra de curtas-metragens Cariri, que acontecerá na Praça Siqueira Campos, Crato-CE.
Os filmes exibidos serão 'Busca alguma', de Daniel Batata, 'Herança', de Carlos Robério, Fábio Tavares, Francisco dos Santos e Jaildo de Oliveira e 'Uma história da terra', de Jefferson Albuquerque Jr. A sessão se iniciará às 19h30min.

Contamos com a sua presença para o debate que acontecerá após a sessão.

Muito obrigado e até lá!
Um abraço!
Ythallo Rodrigues (Curador e Mediador)

Dicas do Cultura no Cariri



Encontro reunirá pipeiros no Crato



O mês de maio é sempre propicio para a brincadeira de pipas na cidade do Crato (CE).  Esse ano, a comunidade do Gesso realizará evento denominado de  “Pipada no Gesso” que visa reunir crianças e adultos na brincadeira que teve origem com os chineses há cerca de 3000 anos.  

A pipa também conhecida como papagaio,  pandorga ou raia fez parte da infância de várias gerações. No Crato, o Campinho dos Meninos do Gesso é um dos locais tradicionais para a prática da brincadeira.

Segundo os organizadores,  a Pipada não tem caráter competitivo e visa fortalecer a ocupação criativa da comunidade no campinho dos Meninos do Gesso que já vem sendo ocupada com outras atividades como jogos de futebol, brincadeiras de bila, pião, malhação dos Judas e Dia das Crianças.  

A Pipada será um evento aberto e colaborativo, aonde as pessoas não precisarão fazer inscrições, basta levar sua pipa e brincar. No local haverá oficina de produção de pipas e registros fotográficos.

O evento conta com a parceria do Coletivo Camaradas, Blog do Alexandre Lucas, Projeto Nova Vida, Programa Nacional de Interferência Ambiental – PIA  e a Comunidade do Gesso.

Serviço:
Pipada no Gesso
Dia: 26/05/2013
Horário: 8h00 (manhã)
Local: Campinho dos Meninos do Gesso    
Colabore com doação de materiais: Linhas, Papel Seda, Sacos Plásticos e cola. Informações: 96616516.       

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Programação Cultural do Cariri!




Cômodo Marfim se apresenta no boteco João e Maria, sábado a partir das 21:00h!



Janinha Brito se apresenta no Boteco João e Maria, em Crato, a partir das 21:00h, sexta feira!



quarta-feira, 15 de maio de 2013

Boteco João e Maria apresenta:

Janinha Brito, Cidinho e Weskley Sousa, resgatando músicas da época do vinil, como Gilberto Gil, Elis Regina, Caetano Veloso, Tim Maia, entre outros...
Convidando a galera a se fazer presente, nessa Sexta Feira, dia 17 de maio, as 21:00h, boteco João e Maria por trás da URCA, Pimenta!


Vocês conhecem o Café di Casa?

Espaço charmoso e aconchegante em frente ao SESC Crato, trazendo um bom som ao vivo, cardápio acessível e de bom gosto...vale à pena prestigiar!
Amanhã, quinta feira, terá apresentação de Amélia Coelho, Ranier Oliveira...e nas palavras da própria, o Convite:
"É amanhã!!!
Ranier Oliveira, Eu e Haarllem Resende estaremos no Cafe Di Casa levando um cardápio bem recheado de música nordestina.
Esperamos vcs lá as 20h"



MÚSICA AO PÔR DO SOL - DIA 18 DE MAIO - 17:30


Nas palavras do próprio Luciano:

"Salve, salve, meus amigos! Neste próximo sábado estarei na bela paisagem da Pracinha do Cruzeiro acompanhado por um quarteto de grandes instrumentistas do Cariri, apresentando o repertório de meu primeiro disco solo "CASA DE BADZÉ", lançado ano passado e mais algumas novidades. Participações mais que especiais dos Zabumbeiros Kariris e dos músicos Flauberto Gomes e Michel Leocaldino(Cantigar). Festa muita!"



quinta-feira, 9 de maio de 2013

Hamurabi Batista lança Cordel!

NESTA QUINTA FEIRA, 09 DE MAIO DE 2013, NO TEATRO PATATIVA DO ASSARÉ - SESC JUAZEIRO, ÀS 18h:30min., LANÇAMENTO DO CORDEL "A HISTÓRIA DA BEATA MARIA DE ARAÚJO E DO MILAGRE DE JUAZEIRO"
 (Autor: Hamurábi Batista)


sábado, 4 de maio de 2013

ATENÇÃO JULIANA QUE SEGUE O NOSSO BLOG!

Você que pediu autorização para utilizar a foto do Wilson Bernardo em um documentário, ele liberou, claro, dando à  ele os devidos créditos, seja sempre bem vinda ao nosso espaço!
Eis a foto:

Irmãos Aniceto, foto: Wilson Bernardo

Marano's, um espaço de muito bom gosto é inaugurado no Cariri!

Esse é o MARANO'S RESTAURANTE.

Fica por trás do espaço verde, na Lagoa Seca.

Já estamos funcionando à partir das 

16 hs.
É o mais novo espaço da família Marano, depois de movimentar a noite cratense, com
o Taberna do Sabor e Cantinho do Pimenta, os empreendedores apostam em 
Juazeiro do Norte e inauguram um restaurante com cardápio de muito bom gosto,
decoração de altíssimo nível, com ambiente climatizado, e o aconchego ideal para quem aprecia um bom vinho!




sexta-feira, 3 de maio de 2013

OS CAETANOS - Eu vou, por que não?

https://www.facebook.com/events/155021341336470/155036004668337/?ref=notif&notif_t=plan_mall_activity

Na próxima semana a banda OS CAETANOS aportam pela primeira vez no nosso Cariri. Eles vem trazendo um repertório todo montado em cima da obra do grande Caetano Veloso, só que tocado, interpretado e representado às sua maneiras. O pernambucano Cláudio Brasil, lider e cantor da banda, encarna o bahiano de forma inusitada e carregado de performances tropicalistas. É realmente um evento que não se pode perder. Um trabalho que vem dando grande destaque aos Caetanos, pela maneira diferenciada, ousada e recheada de jeitos, trejeitos à la Caetano Veloso. 
O local desse evento não poderia deixar de ser o Crato Tênis Clube, um espaço que tem todo o glamour da tropicália, dos tempo em que a banda Ases do Ritmo balançava os nossos corações tocando sucessos de Caetano, Gil, Mutantes e outros ícones desse movimento que marcou uma geração no Brasil. O antigo salão do clube do Pimenta será o palco desta apresentação que será um marco na história cultural e musical no Cariri. Os Caetanos vem pra fazer a festa e, assim como eles, nós vamos fazer acontecer um dos eventos mais bacanas do Cariri. Porque nós nascemos para ser superbacanas. Venha com a sua alegria, o seu amor, a sua paz e sigamos juntos, afinal, eu vou, por que não?

quinta-feira, 2 de maio de 2013

TEATRO DE BONECOS EM CRATO-CE


A COMPANHIA DE TEATRO DE BONECOS
O CLUBE DE SISIFO 

Apresenta

 “O ESPANTALHO”
Uma estória para crianças que acontece no milharal
Manipulação: Juan Carlos Guzmán Vélez (Colômbia)



Auditório do Centro Cultural do Araripe (RFFSA), Crato-CE, 17h30min
02 (quinta) e 03 (sexta) de maio de 2013, 17h30min

ENTRADA FRANCA



Sinopse:
"O espantalhinho faz muito bem seu trabalho, mas fica sozinho no momento de ter que enfrentar o seu terrível inimigo. Então, descobre que precisa dos outros pra salvar sua vida e com ajuda da plateia e algum bichinho da roça tenta afastar o fogo. Nesta procura eles vivem interessantes aventuras."

Informações:
(88) 8801.0897
(88) 9960.4466

Apoio:
Prefeitura Municipal do Crato
Secretaria Municipal da Cultura
Sociedade Cariri das Artes 
Cia. Brasileira de Teatro Brincante
Ponto de Cultura Cena Brincante
Guerrilha do Ato Dramático Caririense

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...