segunda-feira, 21 de setembro de 2009

para os amantes da música boa, um belo evento!




Dia 23, quarta-feira 18h30 Banda Sol na Macambira (CE). 60min
19h50 Escurinho (PB). 60min
Dia 24, quinta-feira 18h30 Abidoral Jamacaru (CE). 60min 19h50 David Duarte (CE). 60min
Dia 25, sexta-feira 19h Xangai (BA), Cátia de França (PB) e Khrystal (RN). 120min
Dia 26, sábado 19h Kleber Albuquerque (SP), Selmma Carvalho (MG), Carlos Careqa (SP). 120min

2 comentários:

  1. A PEC da Música avançou. A Comissão Especial de Fonogramas e Videofonogramas Musicais da Câmara aprovou o relatório sobre a Proposta de Emenda à Constituição 98/07 – mais conhecida como PEC da Música – de autoria do deputado federal Otavio Leite.
    A proposta elimina impostos sobre os CDs e DVDs produzidos no Brasil, que contenham obras de brasileiros ou interpretadas por brasileiros – o que poderá gerar uma redução de cerca 25% nos preços para o consumidor. A iniciativa beneficiará também as mídias digitais. “Hoje, ao baixar músicas pelo celular, o consumidor paga 35% de imposto. Um absurdo contra a cultura nacional”, diz Otavio.
    De acordo com o parecer aprovado, as fábricas de CDs e de DVDs instaladas na Zona Franca de Manaus continuam com a exclusividade da isenção de impostos para fabricação multiplicada dos produtos.
    Diversos artistas compareceram à reunião para apoiar a aprovação da proposta, entre eles os cantores, Gian & Giovani, César Menotti, Ivo Meireles, Jorge Vercillo, entre outros.
    A PEC agora vai à votação no plenário da Câmara, onde serão necessários os votos de, no mínimo, 308 deputados.
    A mobilização prossegue e ganha cada vez mais força com o crescente engajamento dos artistas, profissionais e amantes da música, em defesa da cultura nacional.
    É aí que você pode ajudar muito!
    Sendo o responsável por um site que aborda o tema, é importantíssimo que você divulgue e informe os leitores, a fim de pressionar os deputados a votar a favor da proposta.
    Qualquer dúvida, estamos à sua disposição pelo email: renata@otavioleite.com.br
    Aproveito para parabenizá-lo pelo seu blog!

    Assista ao debate promovido pela MTV há uns dias atrás:
    http://mtv.uol.com.br/debate/videos/mtv-debate-baixar-o-imposto-aumenta-venda-do-cd-clique-e-assista-na-%C3%ADntegra

    O programa CQC também fala sobre a proposta aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=M_8FJEDdLD4

    Acompanhe: http://twitter.com/pecdamusica e http://twitter.com/otavioleite
    O que saiu na imprensa sobre a proposta:
    http://www.otavioleite.com.br/pesquisa.asp?q=pec+da+musica

    A íntegra da proposta:
    http://www.otavioleite.com.br/conteudo.asp?proposta-de-emenda-a-constituicao-no-98-de-2007-pec-da-musica-2303

    ResponderExcluir
  2. Por esses comentários, pelos elogios,por ver shows independentes lotados de pessoas que souberam pelo blog, que tenho tanto estímulo em atualiza-lo sempre, mesmo tendo me voltado pra região caririense,sabendo que se quisesse abranger mais o trabalho seria infinito por que a fonte cultural no Brasil é inesgotável, sei que faço minha parte como amante da política, história, e principalmente da arte,obrigada mesmo pelo seu comentário,e quanto a proposta eu tenho a condição de postar em todos os sites cadastrados pela rede,divulgá-la porque a conheço, assisti ao debate abordado por Lobão na MTV, assisto ao CQC,como em contra-partida também sei que para o ministro Juca Ferreira, quem investe tem que ter algum direito sobre a obra. “Se o governo investe 100%, pega dinheiro público e financia uma obra em 100%, algum direito de uso terá que produzir esse tipo de parceria. Isso é óbvio e acontece no mundo inteiro”.

    Uma preocupação é o poder que o governo terá para escolher que obras merecem investimento. E o governo investe em tantas outras profissões,nem por isso um médico após se formar numa faculdade pública tem que doar certo tempo pra o Estado,como forma de troca,é pra isso que pagamos impostos, pra termos direito à cultura, educação,alimentação,recursos básicos de uma sociedade!

    “Ela demonstra, através dos caminhos que ela aponta, que o governo, através do Ministério da Cultura, quer ter poder de decisão para onde vai as verbas da cultura. Isso, ao meu ver, é dirigismo cultural. O mercado e os produtores culturais do país têm que definir suas estratégias”, explica Odilon Wagner.

    Obrigada pela dica da postagem, esterei divulgando a proposta maravilhosa nos blog's, como o BLOG DO CRATO, um dos recordistas em acesso no BRASIL, no coletivo camaradas,no cariricult e claro no cultura no cariri! Espero vê-la novamente por aqui!

    Janinha!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...