segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Lampião, rei do cangaço!


Como todas as lendas que tendem a torna-se maiores que os fatos, Lampião e sua saga pelo nordeste brasileiro contém todos os elementos de aventura, romance, violência, amor e ódio das grandes histórias da humanidade.
Jogado na clandestinidade após o assassinato de seu pai, Lampião foi o maior cangaceiro ( nome dado aos foras-da-lei que viveram de forma organizada, no final do século passado e início deste, na região do nordeste brasileiro ) de todos os tempos.
Percorreu sete estados da região nordeste durante as décadas de 1920 a 1930, levando sangue, morte e medo à população do sertão.
Causou grandes transtornos à economia do inteior e sua história é um misto de verdades e mentiras.
No início da década de 30, mais de 4 000 soldados estavam em seu encalço, em vários estados.
Seu grupo contava então com 50 elementos entre homens e mulheres. Tornou-se amigo de coronéis e grandes fazendeiros que lhe forneciam abrigo e apoio material.
Lampião é odiado e idolatrado com igual intensidade, estando sua imagem viva no imaginário popular mesmo após 60 anos de sua morte. Sua influência nas artes - música, pintura, literatura e cinema - é impressionante.
Para saber mais sobre Lampião acesse o blog:http://cariricangaco.blogspot.com

3 comentários:

  1. Querida Janinha,

    Realmente o grande Rei Vesgo, Virgulino Lampião, foi, é e por muito tempo ainda haverá de ser uma lenda, um mito; vinte anos trilhando os caminhos tortuosos do banditismo nas caatingas, com certeza acabaram povoando não só livros, filmes e músicas, mas, corações e almas de nosso bom povo sertanejo.

    Em agosto teremos o prazer de realizar o Cariri Cangaço 2010, e certamente o ambiente de debate e pesquisa prevalecerá.

    Beijo em seu coração

    Manoel Severo - Cariri Cangaço
    cariricangaco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Pra mim é um orgulho que evento de tal grandeza seja realizado na nossa região, não deixando assim, parte importante da nossa história se perder, que haja incentivo para consolidação maior a cada ano do CARIRI CANGAÇO!

    ResponderExcluir
  3. Janinha:
    Lampião fez a sua história de acordo com a época em que ele vivia, e com certeza, foi o homem mais corajoso que o Brasil já teve, e jamais aparecerá outro para imitá-lo. O grande desejo de Lampião era ser mesmo reconhecido como o governador dos sertões. Nada foi registrado afirmando que ele era o governador dos sertões, mas ele se tornou na força e na raça o poderoso das caatingas do nordeste; matando, roubando e destruindo tudo o que via pela frente, e com essas crueldades,conseguiu viver 20 anos no caminho do mal, sempre perseguido pelas volantes do governo.
    Nenhum bandoleiro das caatingas chegou a ser mito, muito menos herói. E para preservar a sua fama e o seu respeitado bando, ganhou o apoio de vários fazendeiros e coronéis, que com medo da fera humana, se rendiam às suas exigências.
    Felicidade para você Janinha.
    José Mendes Pereira – Mossoró-Rn.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...