sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Eudes Fraga...conheçam!

 baixem esse CD clicando na imagem

O Ceará já apresentou grandes nomes para a música popular brasileira. Nessa esteira, Eudes Fraga desponta como uma das grandes revelações da nova geração de compositores e intérpretes do Ceará.

Logo reconhecido como grande talento, Eudes Fraga foi convidado em 1984 pelo Quinteto Agreste para percorrer o interior do Ceará com o projeto Aratacanto. Em 1986, participou do Projeto Pixinguinha, ao lado de Zezé Mota e Rosa Passos. No mesmo ano, apresentou-se no Projeto Pixingão (Sala Funarte-Rio), ao lado de Marcos Marcos Valle.

Cearense de nascimento e adotado pelo Rio de Janeiro há 15 anos, Eudes tem divulgado seu trabalho por todo o país. Em Belém, por exemplo, seu trabalho é tão fortemente conhecido, dadas as parcerias com artistas daquelas paragens, que já chegou a ser confundido com paraense.

Compositor versátil, Eudes é um dos músicos mais premiados em festivais pelo Brasil. Fampop - Avaré (SP), Cascavel(PR), Ilha Solteira(SP), São José do Rio Pardo(SP), Musicanto - Santa Rosa - RS, Santo Antônio da Patrulha (SP), Boa Esperança (MG), e até Cosquin - Argentina são cidades que já conheceram de perto sua música.

São mais de 180 prêmios, incluindo cerca de 60 primeiros lugares e mais de 40 como melhor intérprete.

Graças a esta boa performance, Eudes ficou bastante conhecido no interior de São Paulo, Minas, Paraná e Rio Grande do Sul. Músicas como "Mestiço", "Urubu Mestre do Vôo", "Puçangueira", "Bendita Voz do Sentimento", "Feitos para o mundo", "Assovio", "Bailarina" tornaram-se canções sempre lembradas por todos que por sorte conviveram e convivem nos grandes festivais.

O Eudes compositor é parceiro, entre outros, de Paulo César Pinheiro, Paulo César Feital, Fausto Nilo, Dudu Falcão, Joãozinho Gomes, Arlindo Araújo, Airtinho Montezuma, Ivanildo Vilanova, Rafael Altério, Kleber Albuquerque, Claudio Nucci, Thiago de Mello, Marcos Quinan, e já foi gravado por artistas como Jane Duboc, Nilson Chaves, Flavio Venturini, Selma Reis, Eliana Printes, Sergio Santos e Quinteto Agreste, só para citar alguns.

Em 1995, Eudes Lançou seu primeiro CD "Por todos os Cantos", pelo selo Vinnil e distribuído pela Outros Brasis. O disco teve participações especiais de Geraldo Azevedo, Dominguinhos, Jacques Morelembaum, Claudio Nucci e Manassés.

No dia 13 de dezembro de 2002, Eudes Fraga lançou oficialmente o seu segundo disco "Tudo Que Me Nordestes", no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza.

Primeiro disco solo, lançado em 1995. O CD Por Todos os Cantos conta com as participações especiais de artistas como Dominguinhos, Geraldo Azevedo, Claudio Nucci, Jaques Morelembaum e Manassés. O trabalho teve boa aceitação em várias regiões do Brasil. Belém, por exemplo, proporcionou ao cantor um acolhimento nunca antes dispensado a um artista cearense do gênero. Eudes possui um público fiel também em Minas Rio, São Paulo, Rio Grande do Sul e outros estados.

2 comentários:

  1. Eudes realmente é muito bom. Para mineiros, cearenses, americanos e canadenses. Descobri com o primeiro disco e ainda procuro o segundo. Deveria estar em toda boa discoteca.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom para mineiros, cearenses, americanos, canadenses e vietnamitas. Deve constar em toda boa biblioteca. Tenha no iPod, no CD e até naquele playerzinho da 23 de maio.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...