quarta-feira, 14 de abril de 2010

Programa Compositores do Brasil com Pedro Caetano

Por Zé Nilton


A ginga das músicas desse paulista e excelente compositor brasileiro, chamado Pedro Walde Caetano, é tipicamente carioca. Chegou muito novo ao Rio de Janeiro e, a partir da década de 1940, inicia, como muitos, a vida de compositor no Rio de janeiro, centro por excelência das artes no Brasil.

Pedro Caetano passa para a História da MPB como um compositor de estilo simples, mas de composições em que realçam valores melódicos e harmônicos, resultando em contribuições à renovação da nossa música popular. O detalhe é que não teria vivido economicamente somente da música, fez mais de 400. Nunca abandonou o ofício de Calçadista, e morreu pobre, igualmente a muitos e grandes compositores brasileiros.

No Rio de Janeiro, Pedro Caetano se fez compositor e teve muitos parceiros, como Wilson Batista, Evaldo Gouveia, Guilherme Brito etc., sendo um deles – Claudionor Cruz – também paulista, seu parceiro predileto.

Remeto o leitor interessado em conhecer mais da vida e da obra do compositor Pedro Caetano para os sites informativos sobre a Música Popular Brasileira.

Enquanto isso, esperamos contar com a audiência do ouvinte, nesta quinta-feira, no Programa Compositores do Brasil, quando estaremos rendendo homenagens a Pedro Caetano, apresentando algumas de suas mais belas composições, como:

- Disse me disse de Pedro Caetano e Claudionor Cruz, com Carlos Galhardo, gravação de 1945;
- Haja carnaval ou não- Francisco Alves (Pedro Caetano e Claudionor Cruz, com Francisco Alves, gravação de 1945;
- O que se leva dessa vida, de Pedro Caetano, com Ciro Monteiro, gravação de 1946;
- É com esse que eu vou, de Pedro Caetano, com Elis Regina, gravação de 1972;
- O Samba agora vai, de Pedro Caetano, com Quatro Ases e um Coringa, gravação de 1946;
- Eu brinco, de Pedro Caetano e Claudionor Cruz, com Francisco Alves, gravação de 1946;
- Botões de laranjeira, de Pedro Caetano, com Cyro Monteiro, gravação de 1942;
- A Dama de vermelho, de Pedro Caetano e Alcy Pires Vermelho, com Francisco Alves, gravação de
1942;
- Foi uma pedra que rolou, de Pedro Caetano, com Joel e Gaúcho, gravação de 1940;
- Onde estão os tamborins, de Pedro Caetano, com Quatro Ases e Um Coringa, gravação de 1947;
- Um juramento falso, de Pedro Caetano, com Pedro Caetano, gravação de 1964.
- Nova ilusão, Pedro Caetano, com Paulinho da Viola, gravação de 1972.

Quem ouvir, verá!

Programa: COMPOSITORES DO BRASIL
Rádio Educadora do Cariri
Todas às quinta-feiras, às 14 horas
Pesquisa, produção e apresentação de Zé Nilton
Apoio: Centro Cultural Banco do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...