sexta-feira, 18 de junho de 2010

Coletivo Camaradas pretende montar grupo de cortejo


No Crato, já existem cerca de três grupos de Maracatus.

O Coletivo Camaradas pretende contribuir com o resgate da musicalidade da tradição africana bastante difundida na região do Cariri, através dos grupos de reisados, bandas cabaçais, capoeira e maracatus. A intenção dos camaradas é montar um grupo de cortejo. Neste sentido será realizada uma oficina de Construção de Tambores, ministrada pelo artista pernambucano Vitor Brito.

Vitor Brito vem desenvolvendo na cidade do Crato um trabalho de incentivo a criação de grupos de Maracatus, tendo ministrado oficinas na comunidade Jocum, no Ponto de Cultura Carrapato, na Casa Harmônica e no projeto Nova Vida, na comunidade do Gesso, no qual é educador. A experiência na construção de instrumentos e o seu aprendizado de percussão se deram nos terreiros de maracatus do Pernambuco.

O Coletivo Camaradas visa potencializar a compreensão sobre a história da musicalidade de origem africana, convidando inclusive integrantes do Maracatu Cearense Az de Ouro que tem mais de 70 anos de tradição no Estado do Ceará. A realização da oficina conta com a parceria da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri – PROEX/URCA e do Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC. A oficina terá início neste sábado, dia 19, no Crato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...