domingo, 19 de setembro de 2010

Estudantes de Escola Pública preparam livro sobre “idéias de arte”

Com a idéia de que a arte pode e deve ser um exercício de todos está sendo desenvolvida, pelos estudantes da Escola de Ensino Fundamental e Médio Polivalente Governador Adauto Bezerra, a publicação de um livro sobre “Projetos de Artes”.

A proposta do Livro é reunir as idéias dos próprios alunos sobre proposições artísticas contemporâneas sendo que essa ação faz parte da atividade curricular de cerca de 600 alunos da 6ª série do Ensino Fundamental ao 1º ano do Ensino Médio.

A aluna do nono ano, Rayany Santos destaca que o trabalho irá gerar um maior envolvimento dos alunos com o conhecimento. “Nunca imaginei que pudéssemos escrever um livro expressando as nossas idéias”, enfatiza.

Já Yasmim Sousa, aluna do Ensino Médio, afirma que os alunos aprendem mais através da aproximação com a arte e ressalta a importância da publicação do livro. “Acredito que esse livro nos ajudará a aprender mais sobre arte. É importante ouvir a opinião dos estudantes, pois todos uma relação reflexiva durante as aulas de artes”, conclui a aluna.

A diretora da Escola, Tereza Alencar, ressalta que a proposta tem uma importância diferenciada para o processo de ensino-aprendizagem, pois incentiva o aluno a criar, além de possibilitar o contato interdisciplinar e contribuir com a leitura e escrita dos estudantes. “Podemos perceber que esse trabalho com arte contribui para o desenvolvimento da oralidade e da escrita. Além disso, existe uma construção individual que caminha para uma dimensão coletiva que é o livro”, destaca a diretora.

A intenção desse tipo de produção é possibilitar a inquietação artística, através do incentivo ao estudo e aproximação com o pensar e fazer artístico/estético. De acordo com o professor de Artes da Escola, Alexandre Lucas “a proposta é audaciosa e necessária para movimentar os alunos no sentido de fazê-los compreender que o fazer artístico exige pesquisa e compreensão técnica e da realidade”.

“Cada aluno poderá propor qualquer temática e forma de execução. A liberdade é um princípio básico da arte e não abrimos mãos desta questão. Queremos demonstrar neste trabalho que a arte não é coisa somente para artistas e intelectuais”, conclui o professor.

O livro será produzido de forma artesanal, apresentando cerca de quinhentas páginas e capa dura sendo disponibilizado para o público virtualmente.


2 comentários:

  1. Alê...tu é um batalhador, sei que nada disso é em vão, imagino os frutos que irá colher...adoro você!

    ResponderExcluir
  2. Janinha brava batalhadora...estou aguardando a sua disponibilidade para iniciamos o trabalho da nossa guerrilha cultural...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...