quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ORGULHO DE SER CRATENSE

Sim. E hoje acordei ainda mais orgulhoso.
Ontem tive a satisfação de ver aqui em Fortaleza, mas precisamente no monumento criado para abrigar grandes espetáculos, O Centro Dragão do Mar de Artes e Cultura, a encenação da peça “A COMÉDIA DA MALDIÇÃO”. E posso afirmar que foi algo emocionante.
O público encheu aquele espaço. Risos, palmas, gritos, aplausos e mais aplausos.
Digo-lhes que o Crato pode se ver por inteiro no espetáculo.
O texto é simplesmente maravilhoso, nos levando por vezes a nos ver em plena feira do Crato, gozando das presenças maravilhosas de Mestre Elói Teles, ladeado pelo também Mestre Dedé de Luna, Cego Oliveira com sua rabeca cantando a música NA PORTA DOS CABARÉS, Azuleika com o seu pandeiro desafiando Zé Gato, Mestre Chico Aniceto soltando loas, Mestre Carnaúba cantando côco, Mestre Cirilo cantando Maneiro Pau, É uma farra maravilhosa.
O público entrou na festa. Ora ria, Ora aplaudia, Ora torcia pelo personagem Tandô, Ora gritava, Ora xingava a Mula Sem Cabeça, ouvi assovios para Lady Zefa, . A participação e a troca de energia foi algo que ficou muito vivo durante todo o espetáculo.
Tecnicamente posso garantir que o grupo conseguiu uma perfeita harmonia. Tudo afinado.
O texto em versos deixa claro nas suas quadras a característica cordelesca do espetáculo. Ariano Suassuna com certeza vai vibrar quando puder ver.
O personagem Tandô costura bem o duo texto/cena.
Muito interessante quando montaram um terreiro de umbanda em plena praça da Igreja. Foi de impressionar. Foi demais. Parabéns.
A entrada da Mula Sem Cabeça nos faz lembrar o espetáculo do Boi Bumbá em meio a apresentação do Reisado do Mestre Aldemir. Muuuito bonito.
O alinhavado cantado por Samara não deixa ninguém se perder na trama.Parabéns Samara.
E o providencial violão do Mestre Lifanco dá o molho especial que finaliza o prato servido.
O banquete está pronto. Vocês estão inteiros para cruzar as fronteiras do Brasil. Vão fundo. Olhem prá frente e vocês com certeza chegarão lá. Que venha a África para abrir essa estrada.
Muito obrigado a Cacá Araújo, Carla Hemanuela, Charline Moura, Jardas Araújo, Edival Dias, Joênio Alves, Jonyzia Fernandes, Joseany Oliveira, Josernany Oliveira, Lifanco, Lílian Carvalho, Lorenna Gonçalves, Márcio Silvestre, Orleyna Moura, Paula Amorim, Paulo Henrique Macêdo Samara Neres, França Soares, Danilo Brito, Luciana Ferreira, Emerson Rodrigues, Felipe Tavares, Mônica Batista e a quem mais eu tenha esquecido de citar.Vocês me fazem sentir orgulho de ser cratense.
Estou orgulhoso sim.

Wilton Dedê

Um comentário:

  1. Obrigado, Dedê!
    Foi muito gratificante nossa passagem pelo Dragão, sobretudo por termos reencontrado tantos amigos cratenses.
    Estamos agradecidos pelo seu empenho na mobilização de público e pelas palavras emocionantes com as quais descreve nosso espetáculo.
    Um abração!
    Inté o primeiro ensaio do AUTO DA COMPADECIDA.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...