sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Averdadeira História do Papai Noel!


Poucas  datas comemorativas possuem  simbologia tão rica  quanto o Natal.  Da árvore ao peru da ceia, tudo faz parte de tradições históricas. O resultado é uma festa  que envolve não apenas a liturgia cristã, mas a soma  de diversas crenças populares. A figura de papai Noel reflete bem essa mistura. 
Em alguns casos, é difícil traçar a origem dos costumes, que podem ter várias explicações.
O Papai Noel nem sempre foi como realmente o  conhecemos. No início da história do Natal  cristão, um tal de Nicolau distribuía presentes durante as festividades natalinas. Ele vivia num local chamado Myra, hoje Turquia, há aproximadamente 300 AC. Nicolau tornou-se famoso por sua paixão pelas crianças.
Após a morte de seus pais, Nicolau tornou-se  padre. São Nicolau colocava  sacos de ouro e os arremessava  nas chaminés das casas.
 Os presentes de Natal jogados chaminés abaixo,  caiam nas meias  que ficavam esticadas nas  lareiras para secar, daí a tradição natalina de se  pendurar  meias junto à lareira.
Anos mais tarde, São Nicolau tornou-se bispo  e,  por esse motivo, passou a vestir roupas e chapéus  vermelhos, deixando a sua barba crescer.
Depois da sua morte, a igreja nomeou-o santo ( diziam as pessoas que o bom velhinho operava milagres) e,  com o início das celebrações natalinas, o velhinho  de barba branca e de roupas vermelhas passou a  fazer parte das festividades de fim de ano.

Com o tempo, Nicolau passou por uma verdadeira metamorfose:

Em 1809, o escritor Washington Irving popularizou a história de São Nicolau nos Estados Unidos, descrevendo Santa Claus ( seu apelido em inglês) como um duende gorducho que aparecia nas noites de Natal e distribuía presentes montado num cavalo voador. O surrealismo da história não impediu que essa imagem fosse gravada no imaginário popular.
Já Clement C. Moore  em seu livro "Uma visita de  São Nicolau" em 1823, descrevia São Nicolau  como  "um elfo gordo e alegre".
Quarenta anos mais tarde, Thomas Nast, um  cartunista político, criou uma imagem diferente  de Papai Noel, que era modificado ano a ano   para a capa da revista "Harper's Weekly".
Mas foi entre  1931 e 1964 que  Haddon Sundblom inventava  uma nova imagem de Papai Noel  para a  propaganda da Coca-Cola, veiculadas para todo  mundo  na parte de traz da revista "National  Geografic".


É esta a imagem do Papai Noel que  conhecemos hoje.

Bem, pelo menos FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...


Ho, ho, ho, ho !

...............................................

 A minha amiga Betty Mello ( http://www.canto-do-conto.blogspot.com), que também conhece um pouco da história de São Nicolau, me contou que
no mundo "Waldorf"ele é muito curtido e valorizado, como padrão moral para os pequenos.
Nicolau é para os germânicos uma "força" espiritual,uma lembrança de atos de generosidade e compaixão.Ele vem anualmente no dia do seu aniversário (06/12)à Terra trazer às crianças alimentos especiais - pão de mel, nozes, maçãs e trigo - alimentos para o corpo físico e para a alma.



Um comentário:

  1. Janinha,que delícia de texto!Fez uma grande pesquisa!Adorei!Desejo a vc e sua familia muitas felicidades nesse Natal e Ano nOVO!bjs,

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...