sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Mona Gadelha: Salve a Beleza, Por: Lizandra Pronin

Fonte:http://www.territoriodamusica.com/canalpop
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=780912

Passeando essencialmente na praia da MPB, Mona Gadelha chega ao 4º disco da carreira, "Salve a Beleza". Para o novo trabalho, a cantora e compositora contou com participações especiais de Rômulo Fróes e Curumin.

Mona é dona de uma voz aveludada e tranquila, do tipo que envolve o ouvinte logo de cara. Talvez não seja uma voz especialmente marcante. E não espere agudos ou gritos. Mona interpreta calmamente, de modo que cada palavra cantada ganha emoção e importância.

Com um belo grupo de músicos a acompanhando - Alexandre Fontanetti (guitarra, violão), Curumin (bateria), Fernando Nunes (baixo), Zé Ruivo (teclado) e Bruno Fiacadori (programações e voz) - a cantora fica à vontade para soltar a voz em meio aos caprichados arranjos. Fontanetti, que já havia trabalhado com Mona anteriormente, também assina a produção do álbum.

Artista independente, Mona Gadelha pode não ser muito popular, mas sua carreira tem força para seguir firme com a agradável mistura de sons e elementos da bossa nova, jazz e pop.

Das 11 faixas, 6 são autorais ou compostas em parceria. No repertório se destacam "A Dor", que abre o álbum melancólica e cheia de questões existenciais, "Ou Nada", "Sem Cena" e também "Apenas Meninas", um protesto contra a prostituição infantil.

Outro destaque é "Estrela Morta", de Fernando Chuí, com sua letra que descreve um amor que se acabou e se apagou. O compositor, que também é artista plástico, é responsável pela bela arte que ilustra a capa e o encarte do álbum.

01. A Dor
02. Estrela Morta
03. Minha Casa É Você
04. Desolado Samba
05. Ou Nada
06. Salve A Beleza
07. Apenas Meninas
08. Sem Cena
09. Não Ligo Pra Você
10. Sentimento Nobre
11. Gol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...