domingo, 8 de maio de 2011

MÃE

Dona de toda a ternura,
armada de amor
enfrenta o sol,
a chuva,
a dor...

Traz em si
a dádiva da vida,
o coração da natureza,
a beleza do gesto de carinho...

Se o tempo é camarada,
desata-se em festa
e com magia no olhar
a todos contagia e envolve

Sabe sorrir
sem perder o prumo

Se o tempo é adverso,
ergue-se com a força
de uma deusa,
enfrenta-o
num desafio desigual,
amamenta os seus com a seiva da fé,
é a coragem em flor
ou espinho, se preciso for

Chora
sem perder o encanto,
espanta o pranto
e exala esperança...

Mãe não nasce nem morre...
...existe!

Cacá Araújo
Crato-Cariri-Ceará-Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...