sábado, 5 de novembro de 2011

Sábado e domingo: Últimos dias da 8ª BIENAL INTERNACIONAL DE DANÇA DO CEARÁ


Chega ao final neste domingo, 06, a 8ª edição da Bienal Internacional de Dança do Ceará, que teve início no dia 03 de outubro e contou com atividades formativas e apresentações em 11 cidades do estado. No final de semana de encerramento, a Bienal estará em Fortaleza, Juazeiro do Norte e Nova Olinda, com espetáculos de acesso gratuito.

No sábado, 05, em Fortaleza, a programação da Bienal de Dança estará na Praça Verde e no Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Por meio do programa Bienal Estação Criança em parceria com o Festival Ponto.CE, às 17 horas na Praça Verde apresentam-se a Cia Balé Baião, de Itapipoca, com o espetáculo Finitude: Meninice para sempre, a Companhia Vidança, de Fortaleza, com a obra Quintal de Mangue, e a Escola de Dança de Paracuru em Folgança. Às 20h, a Bienal segue para o Anfiteatro, com Kalinka Prates, de São Paulo, com OCO, e a Cia Dita, de Fortaleza, em De-vir. Em Juazeiro do Norte no Sesc, a Cia. da Arte Andanças, de Fortaleza, apresenta às 20h o espetáculo O Tempo da Paixão ou O Desejo é um Lago Azul.

No domingo, 06, último dia da 8ª Bienal de Dança, tem programação a partir das 17h no Teatro Casa Grande, em Nova Olinda, como parte do programa CirculaDança. Para abrir, Carlos Simioni, do Lume Teatro, de São Paulo, faz a Demonstração técnica Prisão para a Liberdade. Na sequência, fechando a programação no Cariri, a Cia. da Arte Andanças apresenta dois trabalhos, O Tempo da Paixão ou O Desejo é um Lago Azul e Graça/ Evidência-Um de Percurso.

Em Fortaleza, no domingo tem espetáculos a partir das 14 horas no Anfiteatro do Dragão do Mar. Sobem ao palco Luiz Otávio Queiroz, em O pensamento se faz na boca, Cia. Arte em Rua, com a obra Sonata para Movimento, e o Grupo N Infinito apresenta Mistura - A Dança das Coisas. Às 18h, na Praça Verde, acontece o encerramento oficial da Bienal de Dança. A Edisca leva o espetáculo Sagrada e Escola de Dança de Paracuru participa com Mova-se e Bolero de Ravel. Fechando as cortinas da 8ª edição da Bienal, às 19h30 no Anfiteatro do Dragão do Mar, a mineira Marcelle Louzada apresenta Vaca e Eduardo Fukushima, de São Paulo, entra em cena com o trabalho Como superar o grande cansaço?.

Com toda a programação gratuita, a 8ª Bienal de Dança é apresentada pelo Ministério da Cultura, Petrobras (na qualidade de projeto convidado do Petrobras Cultural) e BNDES. Tem como patrocinadores Banco do Nordeste, Funarte, Oi e Caixa Econômica Federal, além do apoio cultural do Ministério da Cultura (Lei Federal de Incentivo à Cultura), Centro Cultural Banco do Nordeste, Oi Futuro, Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual de Incentivo à Cultura), prefeituras dos municípios sedes, entre outros parceiros. A realização é da Indústria da Dança.

SERVIÇO

8ª Bienal Internacional de Dança do Ceará – Até o dia 6 de novembro em Fortaleza e outras cidades cearenses. A programação completa pode ser consultada no www.bienaldedanca.com. Todas as apresentações têm acesso gratuito. Info: (85)3045.1703 e bienal@bienaldedanca.com.

PROGRAMAÇÃO

Dia 05/11 – SÁBADO

JUAZEIRO DO NORTE

20h – CirculaDança: O Tempo da Paixão ou O Desejo é um Lago Azul – Cia. da Arte Andanças (Fortaleza/CE)
Local: Sesc Juazeiro (Rua da Matriz, 227, Centro. Tel: 88-3512. 2532)

Dia 06/11 – DOMINGO

NOVA OLINDA

17h – CirculaDança: Demonstração técnica Prisão para a Liberdade – Lume Teatro (SP)
18h – CirculaDança: O Tempo da Paixão ou O Desejo é um Lago Azul – Cia. da Arte Andanças (Fortaleza/CE)
19h – CirculaDança: Graça/ Evidência-Um de Percurso – Cia. da Arte Andanças (Fortaleza/CE)

Local: Teatro Casa Grande (Av. Jeremias Pereira, 444. Tel: 88-3523.4104)

ASSESSORIA DE IMPRENSA
DÉGAGÉ

Jornalistas Resp: Sônia Lage e Eugênia Nogueira
85 3252.5401 | 9989.5876 | 8699.1783

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...