terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

"Amor, então."



"Amor, então,
também, acaba?

Não, que eu saiba.
O que eu sei
é que se transforma
numa matéria-prima
que a vida se encarrega
de transformar em raiva.
Ou em rima."


(In: LEMINSKI, Paulo. Caprichos e relaxos. São Paulo, Brasiliense, 1983.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...