quarta-feira, 19 de junho de 2013

APANHAMOS!!!!!!!!

*Desabafo do Matheaus Siebra sobre a manifestação ontem em favor dos professores em Juazeiro do Norte!

Prefeito Raimundão  "preso" no Banco do Brasil! 


Apanhamos de forma gratuita, covarde e violenta da Polícia Militar e Guarda Civil de Juazeiro do Norte. APANHAMOS e, antes que as pessoas postem seus absurdos em defesa de um político safado ou da ação de um "polícia heróica que repreende o vandalismo", escrevo este texto para mostrar a todos a verdade dos fatos.

Pois bem. Como todos já devem saber, a passeata partiu do CERE, em frente ao Batalhão da Polícia Militar e seguiu de forma pacífica pela São Pedro até chegar na Praça Padre Cícero. Quando eu cheguei no Centro Cultural Banco do Nordeste, na esquina da Rua Santa Luzia, mais ou menos as 17:00h, parei juntamente com 5 ou 6 amigxs para descansar um pouco e ver a passeata passar. Neste momento, um conhecido meu que não estava participando da manifestação me informou que Raimundão estava em frente ao Banco do Brasil. Eu desci até lá para ver se era ele mesmo. Era. Voltei para chamar os manifestantes, que logo se aglomeraram em frente ao prédio gritando palavras de ordem. Pronto, começou o protesto pacífico que alguns já chamam de "estudantes sitiando o prefeito".


Somente após uns 10 minutos a Polícia Militar e Guarda Civil chegaram ao Banco do Brasil para "evitar que invadíssemos ou depredássemos o prédio". Acredito que durante 10 minutos sem policiamento poderíamos ter invadido e depredado o prédio de todas as formas que quiséssemos, vocês não acham? Mas esta não era a nossa intenção. Nós não queríamos depredar patrimônios e bla, bla bla. Não somos vândalos! Apenas queríamos que Raimundão cedesse às nossas vontades, ou seja, aceitasse as nossas reivindicações. Os policiais e guardas entenderam isto. Perceberam que nosso protestos era democrático e pacífico. Tanto é que durante mais de 6 horas nós estivemos no mesmo ambiente sem que houvesse agressão e provocação por nenhuma das partes. Pelo contrário. Os próprios policias demonstravam simpatia à nossa causa, sorrindo para nós, batendo fotos do movimento e conversando com os manifestantes de forma amigável.

Neste meio tempo, houve uma tentativa de "resgatar" Raimundão através de um carro forte. Diferentemente do que já se noticia nos sites e blogs de todo o Brasil, ao ver o carro forte, os manifestantes apenas barraram a passagem, impedindo-o de adentrar no estacionamento do Banco do Brasil para que pegasse o prefeito. Eu mesmo conversei com um guarda que estava no interior do veículo através de uma pequena abertura na porta, aconselhando-o a dar meia volta, afinal, nós não permitiríamos que Raimundão saísse do local sem atender às nossas reivindicações ou, pelo menos, sem dar uma satisfação.

Por volta das 23:00h, depois de quase 6 horas dentro do Banco do Brasil, Raimundão percebeu que nós não cederíamos ao cansaço. Estávamos decididos a não deixar o local enquanto ele não conversasse conosco. Foi então que ele mandou a um mensageiro que formássemos uma comissão para negociar com sua comitiva no interior do prédio. Todos nós nos sentamos no asfalto para votar a comissão de 5 estudantes e 5 professores que adentraria no Banco, a pedido do próprio prefeito, para negociar o fim do protesto. Foi neste momento que, de forma desprezível, os PMs e Guardas Civis decidiram trair a confiança que até então estávamos depositando neles (pois eles demonstravam muita simpatia ao movimento e aos manifestantes) e começaram a soltar spray de pimenta em nossas caras sem motivo algum.

Repito: Os policiais militares e guardas civis começaram a soltar spray de pimenta nos manifestantes que estavam SENTADOS, votando quem comporia a comissão. Ou seja, começaram a nos agredir de forma gratuita e incompreensível para nós. Após o ataque, os manifestantes começaram a se dispersar, todos tossindo, sem conseguir falar e abrir os olhos. Lógico que este ataque surpresa e gratuito da polícia gerou revolta em muitos manifestantes, que decidiram revidar. Alguns jogaram pedras na direção dos policiais e guardas, enquanto outros partiram para o contato físico. Então começou a pancadaria, a polícia e guarda civil não exitaram em usar seus cassetetes e escudos contra nós, nos agredindo violentamente e com uma força desproporcional.

Só agora, depois que cheguei cansado em casa e escrevo esse texto, é que percebi o motivo do ataque por parte da polícia. Esta foi a estratégia traçada por Raimundão e sua corja para que ele pudesse sair do prédio. Assistindo um vídeo gravado por uma manifestante, vi que durante a pancadaria, o prefeito aproveita para entrar no camburão da PM (só que pela porta da frente e não pelo bagageiro como deveria). Ou seja, amigos, a Polícia Militar e a Guarda Civil jogou, sem motivo aparente algum, spray de pimenta em nossas caras para incitar o nosso ódio e o revide. Quando revidássemos, eles teriam um motivo para nos atacar ainda mais violentamente, fazendo com que o protesto se dispersasse e Raimundão finalmente conseguisse sair do Banco do Brasil e continuasse com seus compromissos inúteis, como a abertura do JuáForró.

Meus amigos, quase mil pessoas foram agredidas pela Polícia Militar e Guarda Civil somente por estarem reivindicando seus direitos por meio de uma manifestação democrática e pacífica.

APANHAMOS de graça por policiais e guardas que consideram que os compromissos e bem estar de um conhecido LADRÃO da região é mais importante que a integridade física de mil honestos cidadãos! APANHAMOS! Mas hoje não fomos somente nós, os manifestantes, que saímos marcados. Toda a sociedade sofre profundamente as marcas da violência de um sistema podre e sujo, que gera desigualdades e, agora, descontentamento. O pior de tudo é saber que muita gente vai defender Raimundão e a ação dos militares, que, como expus acima, são os verdadeiros vândalos e terroristas!

Mas a vocês, policiais, guardas, políticos corruptos e seus eternos bajuladores, fica o meu aviso: AS COISAS ESTÃO MUDANDO. Novos ventos estão soprando e é a favor do povo. A gente está se levantando e quando o povo se levanta, as coisas começam a feder pro lado dos sujos, o lado de vocês!


fonte: Matheaus Siebra!

3 comentários:

  1. o que esperar de um coronel senão práticas coronelísticas?

    ResponderExcluir
  2. o que esperar de um "coronelzinho" senão práticas coronelísticas?

    ResponderExcluir
  3. Mateus Siebra, estou com vc, vamos derrubar esse sistema e quem mais se colocar no caminho.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...