terça-feira, 2 de julho de 2013

Estilhaços no Tapete! Ni Brisant



Juro só prometer o que posso cobrar de mim

mas continuo matando um coração por dia.

Finjo que minto
quando digo o que quero.

Te machuco com diversos
depois me firo sozinho.

Falo sério sorrindo
tentando evitar conflitos.

Sigo sempre adiante
sem deixar meus erros para trás.

Peço desculpas sem perdão
antes que o remorso me apanhe, me bata.

Mas tua ausência desespera o desatino
e minh’alma já não consegue se enganar.

[Estilhaços no tapete, Ni Brisant]


* Texto publicado em: Livre Fanzine e Tratado sobre o coração das coisas ditas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...