sexta-feira, 13 de setembro de 2013

O CONSTRUTOR DE GENTE.


PADRE AGIO AUGUSTO MOREIRA.

 
Falar do Padre ágio não é nada difícil. Falar do Padre Àgio é falar de alguém que durante toda a sua vida assumiu o sacerdócio de construir gente, como diz a musicista Izaira Silvino. É falar em SONHOS POSSÍVEIS...

Padre Ágio, nasceu no distrito de Quixará - na época pertencente à cidade de Assaré – Ceará, hoje Farias Brito. Começou a formação religiosa, aos doze anos, em Campinas, São Paulo, junto com o seu irmão David Moreira. Os estudos continuaram no Seminário Diocesano da cidade de Crato - Ceará, onde teve o seu primeiro contato com o estudo teórico da música. Depois no  Seminário da Prainha, em Fortaleza, onde aprimorou os seus estudos em musica clássica e Canto Gregoriano.

Voltou ao Cariri depois de ordenado Padre, indo trabalhar num pequeno distrito/localidade chamado Goianinha (hoje Jamacarú), em Missão Velha (CE). Lá em foi surpreendido por um grupo de trabalhadores rurais, entoando os chamados “Cânticos de Trabalho”. Divididos em voz masculina e feminina, a duas vozes, dentro de uma harmonia e afinação quase perfeita. Alí surgiu a idéia de fundar uma escola de música para trabalhadores rurais. Pensou até que ponto música poderia se transformar num instrumento de crescimento e despertar individual e coletivo  para crescimento e o desenvolvimento humano.

Em Jamacarú, levou os trabalhadores para cantar na igreja durante as missas. Iniciou uma triangulação divina entre música, religião e trabalho. Mas foi no Crato que se concretizou o seu projeto.

Começou no Lameiro, ensinando solfejo, canto gregoriano e o manuseio de intrumentos musicais (acordeon, Violoncelo piano e violão). Seus primeiros alunos foram, José Nilton Figueiredo, José Moreira e outros dois que atendiam pelos apelidos de Pituxa, Frajola. Continuou o projeto no Belmonte por volta de 1965 com a Escola de Música Heitor Villa Lobos. Primeiro os cânticos na igreja, pois lá no Belmonte já não via mais os cânticos de colheita. A partir daí direcionava-os para as aulas teóricas de música.

Como não podiam deixar o trabalho, os alunos manuseavam instrumentos de trabalho(pás, enxadas, facões, arados, etc.), enquanto outros cuidavam de gado. E à noite trocavam seus instrumentos de trabalho por instrumentos musicais e se embrenhavam em partituras, solfejos e cantos. A música já era parte das suas vidas.

A comunidade aos poucos, foi agregando a escola às suas vidas, as crianças eram incentivadas pelos pais a irem estudar música, e o projeto tomou corpo. Aos poucos eles começaram a se apresentar na cidade. Depois vieram as doações de instrumentos, de dinheiro, vieram pessoas da cidade ajudar na administração da escola, o número de alunos cresceu e a comunidade agora era parte da escola assim como a escola era parte da vida deles.

Assim, já se vão mais de meio século de sonho realizado. A escola transformou-se em Sociedade Lírica do Belmonte. Possui hoje possui um auditório, uma escolinha de alfabetização para crianças, uma orquestra, coral (adulto e infantil,) palco, sala de ensaios, capela, banda de musicas, camerata, etc. Atende um contingente de cerca de 150 alunos. Possui uma orquestra formada por 65 músicos distribuídos em instrumentos de corda (violões, violinos, violoncelos e baixos), instrumentos de sopro (de madeira e de metal), teclados, além de instrumentos de percussão.

Muitos dos alunos, hoje são professores de música na escola. Outros se espalharam pelo Brasil abrilhantando orquestras sinfônicas com os seus talentos. Ex. Salvador, João Pessoa, Maceió, Fortaleza, Rio de Janeiro e, sempre que podem, retornam ao distrito de Belmonte para cursos intensivos aos alunos da Escola. Alguns optaram por permanecer na escola, cativos que são do gosto pela música, exemplados que são pela grandeza, humildade e perseverança do Padre Ágio. Hoje são dirigentes e professores da escola. Muitos deles hoje com formação acadêmica, são doutores encaminhados pelo crescimento pessoal promovido pela música. Um exemplo para o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...