segunda-feira, 5 de abril de 2010

SONETO

ETERNIDADE

Um belo canto exala toda flor.
Seu olhar, seu sorriso, é poesia
Que se mostra e se esconde todo dia
Espalhando a semente do amor!

Encanta-nos silente o seu fulgor...
Como deusa nos prende em sua magia,
Alegrando quem antes só sofria,
Transformando em prazer o que era dor!

Quem lhe beija partilha a grande sorte
De viver feito luz na natureza
Mesmo tendo em carne visto a morte.

Desta forma ninguém há de sumir,
Pois herdando da flor sua pureza
Fica eterno o presente no porvir!

Cacá Araújo

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...