sábado, 18 de dezembro de 2010

Poesias e Provas de Dalinha Catunda

Grande orgulho tê-la comos seguidora do cultura no cariri!

A Vaqueira Dinda
(Dalinha Catunda)

No Ceará tem mulheres,
Que merecem atenção.
Conheça Mestre Dina,
Vaqueira do sertão,
Que usa chapéu e chicote,
E joga o boi no chão.

Dina Mulher guerreira
Vaqueira por tradição.
Seu aboio feminino
É melodia no sertão.
Mas é firme feito macho,
Nas festas de apartação.

Monta bem o seu cavalo
Esta sertaneja de fé.
Dina mulher vaqueira,
Orgulho de Canindé,
Que pega a rês no laço
Porque sabe como é.

Essa mulher vaidosa,
Que não esquece o batom
Carrega coragem no laço
Ao aboio dá seu tom.
Com seu aboio de fêmea
Faz diferença no som.

Há muito tempo atrás,
Numa missa do vaqueiro.
Mestra Dina desafiou
Um famoso sanfoneiro.
Era o rei Luiz Gonzaga
Que aceitou prazenteiro.

Dina Maria Martins,
Que de Lima é também,
Conhecida mestre Dina,
Que seu ofício faz bem,
Orgulho do nordestino
Que meu Ceará detém.


Trovas Natalinas
(Dalinha Catunda)

Natal é tempo de luz,
Luzindo com alegria.
Em louvor ao bom Jesus
Filho da virgem Maria.

Filho da Virgem Maria
E amado por José.
Brilhou a estrela guia,
Para o rei de Nazaré.

Para o rei de Nazaré
O galo cantou também,
Aqueles que tinham fé
Logo disseram amém.

Logo disseram amém,
Ao rei dono da verdade,
Que nasceu lá em Belém
Pra nossa felicidade.


O Caju e a Castanha
(Dalinha Catunda)

Outubro é mês de caju
Em meu querido sertão.
Quando a safra é boa,
Dá tanto que cai no chão.
Totalmente seduzida
Eu sou só contemplação.

Vermelho e amarelo,
Alaranjado também.
Comprido, arredondado
De todo formato tem.
E transformado em suco,
É gostoso e faz bem.

Dele é feito o doce,
Mel, vinho e cajuína,
Produtos apreciados,
Na região nordestina.
Tudo que vem do caju
Na verdade me fascina.

O Caju é o pedúnculo.
A castanha é o fruto.
Não sei de qual gosto mais
Só sei que dos dois desfruto.
Sou doidinha por castanha,
Por caju e seus produtos.

Na folia do caju
Eu nasci e me criei.
Em flandres assei castanha,
Com seu leite me queimei.
Aventuras de menina,
Que arrebatada provei.

2 comentários:

  1. Mulheres inteligentes, poetas, músicos...isso me fascina!

    ResponderExcluir
  2. Olá Janinha,
    Sou eu quem fica feliz em entrar por suas mãos neste pedaço importante do meu Ceará.
    Obrigada por postar meus textos,
    Vou passar sempre por aqui.
    Beijos,
    Dalinha

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...