segunda-feira, 18 de julho de 2011

As Travestidas

Engenharia Erótica: fábrica de travestis é parte de uma pesquisa empírica e científica, para além do estereótipo e dos preconceitos, do modo de vida das travestis do nosso estado na preocupação de quebrar conceitos impostos pela sociedade tentando desmistificar sua relação com a marginalização e prostituição e lançando um olhar sobre a diferença entre história de vida e condição de vida. 
 
Cabaré da Dama: Criação e interpretação solo de Silvero Pereira, a partir do texto Dama da Noite, de Caio Fernando Abreu (1948 – 1996), Uma flor de dama mostra uma noite na vida de um travesti, que experimenta com argúcia e ironia o que é próprio da condição humana: amor, preconceito, morte. Um jovem ator do Ceará no espetáculo que o consagrou no circuito de festivais Brasil afora. Prêmio de Melhor Ator no Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga.



VERÔNICA DECIDE MORRER: A partir da personagem Verónica Valentino da peça Engenharia Erótica surge a banda fortalezense cheia de glamour, performance, luxúria e anti-amor e com um set list que inclui composições de Roberto Carlos, Amy Winehouse, B. B. King, Rita Lee, Arnaldo Antunes e do filme The Rock Horror Picture Show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...