terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Aurora - Do Menino Deus a Santa Popular-

Luiz Domingos de Luna*
O Poeta deu o Nome- Aurora!!!
Da fazenda logradouro aos dias atuais este nome porta um mistério que dos mais distintos períodos da historiografia do cariri, estudiosos, pesquisadores, historiadores a decifrar o porquê: uma corrente foi buscar explicações e para isto  colocaram logo uma venda, uma senhora para como proprietária, a mulher ficou sem nome, daí surgiu a mulher da venda, a fazenda logradouro ganhou o nome de venda, a outra corrente resolveu tirar a venda da senhora, ao tirar  a venda  a ilustre senhora começou a ver o sol, daí surgiu o nome de Aurora. Na verdade ninguém ainda a esta altura sabia o nome da mulher, assim se buscou outras alternativas, mas a cada investida, mais indagações surgiram, mas complicado ficava, até que resolveram dizer que o habitante da época  Benedito José dos Santos fora ao Rio de Janeiro   e lá, finalmente, a Princesa  Isabel, resolvera de fato o imbróglio, dando o nome da localidade de Aurora, os historiadores se calaram, mas os poetas não,  pois o maior poeta de Aurora, Francisco Leite - Serra azul, afirmou categoricamente que o nome Aurora  tinha sido  dado por ele para completar uma rima de sua Poesia: Aurora ( Antiga venda). Assim o nome de Aurora surgiu de uma poesia de Serra Azul. Os historiadores acordaram para o nome Aurora, a “guerra” entre os historiadores e poetas continua. Quem vai trazer a verdade, os fatos, os historiadores, os poetas, ou o mistério continua.
O Nome Menino Deus
O Padroeiro de Aurora – Menino Deus- é uma grande pesquisa para os historiadores, e uma grande certeza para os poetas, pois para os poetas antes de Aurora, o Menino Deus já era padroeiro de Aurora. A Poesia é simples assim.
A Santa Popular de Aurora
Os historiadores já cansados de tanto pesquisar, diante da santa popular de Aurora, se uniram aos poetas e junto com o povo numa união perfeita somente a aclamar!!! Deixaram a pesquisa, esquecera a historia, a poesia fugiu para aos pés da Mártir Francisca, o povo construir sua santa e a poesia terminar.
(*) Professor da Escola de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Vicente Bezerra – Aurora – Ceará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...